terça-feira, 10 de julho de 2012

Planeta Faminto II

Richard Jakubaszko
A Basf lançou o vídeo Planeta Faminto II, informando mais alguns números sobre o impressionante desempenho dos produtores rurais brasileiros na produção de alimentos. E deixa claro que há muitos desafios a serem suplantados para que se possa alimentar uma superpopulação de 9,3 bilhões de pessoas no ano de 2.050.

Não é tanto tempo assim à frente: quem tem hoje 20 anos, terá 58 na metade do século XXI, e vai pagar muito mais caro por comida quando esse tempo chegar. Imagine só uma conversa entre um avô sexagenário e seu neto de 12 anos, lá por 2.055, será mais ou menos assim:
Vô - "no meu tempo de jovem, quando comecei a trabalhar, gastava 10% do que ganhava com comida, hoje ganho muito mais, mas gasto de 30 a 40% para comer. A vida era muito melhor naquele tempo..."

O visitante do blog pode assistir o vídeo abaixo e depois comentar.

.

9 comentários:

  1. Planeta saciado
    Richard
    Este video assume várias coisas que possivelmente mudarão no periodo de tempo considerado como por exemplo o fato de que novas tecnologias serão criadas para produção urbana e vertical, o abastecimento tenderá a cada vez mais a ser local com custo muito mais competitivo do que o de alimentos transportados, para produção local a agroecologia mostra melhoras de rendimentos em média de 80% ou até 300% sem o consumo de nenhum produto que a BASF ou outra similar produza e a um custo por unidade menor por produto e ambientalmente. Isso não é futuro, isso é presente – o que vai mudar no futuro será que trabalhos de organizações como ACRES nos EUA mostrando agroecologia em fazendas imensas estarão mais divulgados mundialmente e se o Brasil pensar estratégicamente adotará tais técnicas do que ficar ouvindo a unanimidade de pensamento de que tudo tem que ser mais caro, de que tudo é escasso, isso é conversa de quem quer cobrar mais por insumos desnecessários se o estado da arte em agroecologia fosse usado o futuro sera' muito diferente.
    Gerson

    ResponderExcluir
  2. Gerson, pelo menos em duas oportunidades já pedi a vc para me provar essa alta capacidade de orgânicos, ou da agroecologia, produzir mais e melhor do que os alimentos convencionais, ou mesmo os OGMs.. Nada recebi. Como discurso, cheio de desideratos, é bonito, mas na prática morreríamos de fome. Isso de produzir em áreas urbanas é utopia, mesmo se vc considerar o excesso de CO2 no ambiente, ademais, discordo em gênero, número, grau e tudo o mais que vc queira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Richard
      A sua resposta não está correta. Quando você me pediu para mandar evidência sobre fazendas grandes orgânicas, mandei um arquivo imenso com fazendas no mundo todo trabalhando com agroecologia ou orgânicos, várias com centenas de hectares inclusive em países vizinhos como Argentina. Mas como o material está todo em inglês, você resolveu ignorar e agora afirma que não mandei, não é o caso. Além disso, ofereci de lhe enviar material de minha própria produção quando chegasse o momento apropriado, pois estamos ainda plantando, guiados pelo Fernando Tinoco da EMATER MG que já pus em contato contigo e tem dados práticos com melhoria de rendimento sem nenhum agrotóxico em centenas de pontos percentuais para tomate, morango e várias hortaliças inclusive está fazendo tese de doutorado no assunto. Mas como a BASF e outras não se interessam por isso pois não teriam o que vender, o assunto fica apenas para empreendedores pequenos no momento, enquanto isso várias fazendas grandes orgânicas continuam a proliferar fora do Brasil. Quanto ao comentário sobre outras tecnologias, o tempo provará se quem estará certo serão os proponentes do pensamento único de que tudo é escasso ou a criatividade humana para produção local usando métodos baratos e agroecológicos. É claro que vários modelos co-existirão, mas o pensamento linear proposto neste vídeo criado cientificamente para encher a vaidade do brasileiro é uma falácia estratégica.
      Gerson

      Excluir
  3. Gerson,
    1 - os gringos não conhecem agricultura tropical. Tudo o que se faz no Brasil, hoje em dia, nada tem a ver com a agricultura dos países temperados. Aqui nasce mais inseto do que em brejo... E agricultura, conforme já escrevi, é poluição, não tem ecossistema, é um agrossistema, pois tem que se alimentar gente.
    2 - Vc fala de hortaliças, e pensa que o mundo pode se alimentar de hortaliças, esquecendo da proteína animal (especialmente frango e porco), que é produzida com proteína vegetal (milho, soja), e não tem como vc produzir grãos em pequena escala, seja nas cidades ou no campo, é improdutivo, não gera renda. E se a lavoura tiver escala, adeus ecossistema, as pragas entram, não têm inimigos naturais, comem e se reproduzem, e tem de se usar veneno para elas.
    Falei na época com o Fernando Tinoco, da EMATER MG, ele admitiu - por escrito - que não possui nenhum exemplo em grãos, só em hortaliças e legumes.
    O resto é desejo e boas intenções.

    ResponderExcluir
  4. Ao terem que pagar muito mais caro pela comida, nossos sucessores poderão se perguntar: "que fizeram os políticos e os entendidos dos anos 2010 que não previram que tocos e troncos levam 20 ou mais anos para apodrecerem e possibilitarem a adaptação econômica de novas áreas á cultura mecanizada? Porque teriam desperdiçado o aproveitamento de novas áreas ao norte de MT que apresenta o melhor clima do mundo para uma agricultura tropical?" Nós, responsáveis hoje pela produção futura, seremos provavelmente execrados, como o foram os vândalos e os bárbaros do passado. Fernando Penteado Cardoso,eng.agr.ESALQ-USP 1936

    ResponderExcluir
  5. Richard, o texto abaixo excedeu o limite, tentei postar como comentário à sua resposta. Ficaria grato se pudesse separar em duas partes e divulgar as referências, pois é importante que as pessoas entendam que isso não é apenas desejo e que a ciência brasileira deve deixar de ser somente influenciada por grandes empresas e seu pensamento único.
    GM

    Richard,
    o fato de que o Fernando Tinoco não trabalha com grãos não significa que agroecologia não se aplica. O mais importante para agricultores é aprender a pensar e não achar que grandes empresas vão pensar e resolver por nós, como as grandes farmacêuticas não resolvem saúde e vários médicos acham que esclerose múltipla, câncer etc., não tem cura, quando tem, mas não se fala sobre isso, pois a grana está nas drogas. A agricultura, tropical ou não, pode ser adaptada para agroecologia. Se quiser estudar veja os links.
    Gerson
    ---
    From seed to loaf (part 1 of 2) allotment scale production of bread making wheat
    http://www.youtube.com/watch?v=uTGilR95T44
    From seed to loaf (part 2 of 2) allotment scale production of bread making wheat
    http://www.youtube.com/watch?v=ntWjA5BEsiE
    Small Scale Grain Production Today by Eugene Canales, CEO, Ferrari Tractors
    http://www.ferrari-tractors.com/smallscale.htm
    Regenerative small-scale grain growing
    http://milkwood.net/2011/09/10/regenerative-small-scale-grain-growing/
    ISIS Open Letter from World Scientists to All Governments Concerning Genetically Modified Organisms (GMOs)

    ResponderExcluir
  6. nesta sequência, seguem mais links:
    http://appprecautionaryprinciple.wordpress.com/2011/02/19/isis-open-letter-from-world-scientists-to-all-governments-concerning-genetically-modified-organisms-gmos/
    Agroecology Research Results Corn
    http://agroecology.clemson.edu/corn.htm
    Agroecology Research Results Soybean
    http://agroecology.clemson.edu/soybean.htm
    Agroecology Research Results Cotton
    http://agroecology.clemson.edu/cotton.htm
    Agroecology Research Results Wheat
    http://agroecology.clemson.edu/wheat.htm
    FARMING SYSTEMS DICTATED BY AGROECOLOGICAL CONDITIONS IN SOUTHEAST ASIA
    http://www.fao.org/ag/agp/agpc/doc/publicat/grasslan/45.pdf
    Urban Initiative
    http://www.learngrowconnect.org/urban
    Scientists Find Organic Agriculture Can Feed the World & More
    http://www.i-sis.org.uk/organicagriculturefeedtheworld.php
    Small Scale Tropical Farms Better For Preserving Biodiversity & Preventing Hunger Than Large
    http://www.treehugger.com/natural-sciences/small-scale-tropical-farms-better-for-preserving-biodiversity-preventing-hunger-than-large.html
    The ecological role of biodiversity in agroecosystems
    http://geography.siu.edu/pdfFiles/Courses/429/429%20Readings%20S2011/1%20Altieri%20biodiv.pdf
    Agricultural Genetic Engineering and Biodiversity
    http://www.naturland.de/fileadmin/MDB/documents/International/English/Agricultural_Genetic_Engineering_and_Biodiversity.pdf
    Agroecology and the search for a truly sustainable agriculture
    http://www.agroeco.org/doc/agroecology-engl-PNUMA.pdf
    Development Research & Capacity Building
    http://www.gardenorganic.org.uk/international_programme/ip_research.php
    Comparison of organic and conventional farms challenging ecologists to make biodiversity functional
    http://www.ic.ucsc.edu/~dletour/lab/documents/LetBothFrontiers08.pdf
    Criticisms and Frequent Misconceptions about Organic Agriculture
    http://www.ifoam.org/growing_organic/1_arguments_for_oa/criticisms_misconceptions/Misconceptionscompiled_JKA_20090112.pdf
    Small Family Farms in Tropics Can Feed the Hungry and Preserve Biodiversity
    http://www.sciencedaily.com/releases/2010/02/100222161858.htm
    MIT study on Urban Agriculture
    http://12.000.scripts.mit.edu/mission2014/solutions/urban-agriculture
    World Wide Opportunities on Organic Farms
    http://www.wwoof.org/
    MIT Organic Industrial Agriculture
    http://12.000.scripts.mit.edu/mission2014/solutions/organic-industrial-agriculture
    The Economics of Smallholder Organic Contract Farming in Tropical Africa
    http://www.fao.org/uploads/media/the%20economics%20of%20smallholder%20organic%20contract%20farming%20in%20tropical%20africa.pdf
    The biodiversity benefits of organic farming
    http://www.organicresearchcentre.com/manage/authincludes/article_uploads/ORC%20Biodiversity%20benefits%20of%20organic%20farming%20v4.pdf
    Large Scale Farm Changes Perceptions Of Organic Farming Practices A Score For Organic Fertilizers
    http://www.agrowingculture.org/2011/05/large-scale-farm-changes-perceptions-of-organic-farming-practices-a-score-for-organic-fertilizers/
    abs
    Gerson Machado

    ResponderExcluir
  7. Gerson,
    isso aqui parece conversa de surdos... Ninguém convence ninguém...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Surdos nada, tem muito mineirinho ouvindo calado... e outros mais.
      Gerson

      Excluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.