terça-feira, 13 de novembro de 2012

Agricultura de Precisão em alta

Richard Jakubaszko
Diversos temas relevantes e atuais foram abordados na edição de novembro 2012 da Agro DBO, em circulação desde o início do mês, entre os quais a atual explosão de vendas dos equipamentos de tecnologia embarcada para a prática da Agricultura de Precisão.

No vídeo abaixo, ancorado no Youtube, há um depoimento meu para o DBO na TV, onde comento alguns desses temas, como a reportagem feita com o campeão mundial de produtividade em milho e soja, o americano Kip Cullers, e ainda o polêmico plantio da soja cruzada.


Pela alta receptividade que temos alcançado junto aos atuais assinantes da revista, e, especialmente na conquista de novos e qualificados assinantes, em todos os quadrantes do Brasil, a revista Agro DBO caminha de forma acelerada para se tornar a publicação de referência para a agricultura brasileira.

A edição mensal da revista (e ainda edições anteriores), para quem ainda não é assinante, poderá ser lida virtualmente no site www.agrodbo.com.br
.

4 comentários:

  1. Parabéns pelo sucesso da Agro DBO, sem dúvida uma revista com um novo posicionamento no mercado editorial, que conta com todo o suporte do grupo DBO, que só tem feras da Comunicação Rural. Abração, Paulo

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo sucesso editorial da DBO Agro, sem dúvida uma publicação diferenciada no mercado, com todo o suporte e tradição do grupo DBO e que só tem feras da comunicação rural.

    ResponderExcluir
  3. Em 1998 pareceu-me oportuno explicar aos clientes e à equipe da Manah que a agricultura de precisão consistia em adotar a melhor tecnologia nas diversas operações do plantio e não somente na aplicação localizada dos fertilizantes através de equipamentos dispendiosos e sofisticados, então exaltados por intenso esforço de marketing. Estou encaminhando a este blog cópia do artigo à discrição de seu dedicado e incansável editor.
    Fernando Penteado Cardoso
    Eng.agr.sênior, USP-ESALQ 1936

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abaixo o artigo acima citado pelo Dr. Fernando Penteado Cardoso:

      Agricultura de precisão é a execução no campo das normas técnicas definidas pela pesquisa e pela experiência prática para obtenção da máxima colheita econômica.

      Além da escolha judiciosa de variedades, fertilizantes e defensivos adaptados ao solo e clima locais, é importante, dentre outros:

      1. conservar o solo pelo plantio direto
      2. semear na melhor época
      3. colocar a semente na quantidade e profundidade certas, em íntimo contato com a terra
      4. colocar o adubo na posição e nas quantidades indicadas
      5. aplicar as quantidades prescritas de defensivos
      6. direcionar os defensivos como recomendado
      7. evitar perdas na colheita.

      Os fabricantes de equipamento vêm dando grande ênfase ao 4º item que faz parte de um conjunto de práticas e atitudes da agricultura moderna.

      Apoiados no recurso de localização geográfica GPS – “Global Positioning System” (com base em satélites) foram desenvolvidas duas categorias de máquinas de especial significado.

      1. Colheitadeiras capazes de medir a produção de pequenas áreas, de
      Localização reconhecida pelo GPS, possibilitando a elaboração de mapas de produtividade.
      Amostrando e analisando as “manchas” de terra com colheita homogênea obtém-se o mapa de fertilidade e consequentemente das exigências específicas de nutrientes para as áreas diferenciadas.

      2. Adubadeiras contendo os vários nutrientes em separado, os quais são liberados seletivamente de acordo com o mapa de fertilidade, com apoio em computadores e localizadores GPS.

      O sistema é bastante sofisticado e tem ainda utilização limitada aos EUA face a manutenção altamente especializada e ao elevado custo do investimento. Sua
      idealização provém de “manchas” com elevadas diferenças de fertilidade que ocorrem nos solos de formação glacial no cinturão do milho ao sul da região dos Grandes Lagos.

      A aplicação seletiva e localizada de adubos, com equipamentos de última geração, pressupõe que os demais itens de agricultura de precisão já alcançaram elevados níveis de eficiência.

      A Manah associou-se à Agrosat a fim de se manter atualizada no desenvolvimento da tecnologia agrícola, podendo assim prestar assistência técnica do mais alto padrão ao conjunto de seus clientes.
      Fernando Penteado Cardoso

      Excluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.