sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Me engana que eu gosto!

Richard Jakubaszko
O planeta é espaço dos espertos, só se dá bem quem usa a lei da vantagem, nas pequenas ou grandes coisas.

Vejam aí embaixo sinopses de algumas notícias do mês, coletadas por aí, pela grande mídia ou na blogosfera.

Procuradores de SP voltam a ganhar até R$ 82 mil
Prefeitura de São Paulo terá de desembolsar R$ 19 milhões só com valores que deixaram de ser pagos desde a aplicação de teto, há um ano e meio.
22 de novembro de 2012
Diego Zanchetta - O Estado de S.Paulo
Um acórdão da 9.ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou que 26 procuradores da Prefeitura devem voltar a receber supersalários de até R$ 82 mil mensais. Até o julgamento definitivo da ação, movida pela Associação dos Procuradores do Município, a Secretaria de Planejamento determinou o fim do corte do teto para os servidores e a restituição dos valores descontados desde abril de 2011, quando o salário máximo no funcionalismo municipal foi fixado por decreto em R$ 24.042,34, o valor pago hoje ao prefeito Gilberto Kassab (PSD).

COMENTÁRIO DO BLOGUEIRO: Que país é este? É o país dos espertos, dos que têm cara-de-pau! É um acinte, um desaforo aos contribuintes, aos cidadãos, feitos por advogados-procuradores que deveriam fazer cumprir as leis, mas eles próprios usam a “justiça” para “legislar” em causa própria. Ou será que os problemas deste país estão, justamente na nossa “justiça”? É revoltante!

Dia 3/12/2012 o STF negou aos procuradores o pedido de liminar para que possam continuar a receber os polpudos proventos. Todavia, ainda não é a palavra principal, pois falta julgar o mérito. Como este parece ser o país dos advogados espertos, o assunto tem espaço para que as partes recorram.

Nova jazida americana de petróleo é o dobro de todas as reservas da OPEP
Segundo recente relatório do U.S. Government Accountability Office – GAO, o potencial de petróleo aproveitável na jazida de Green River Formation, nos estados de Utah e Colorado, nos Estados Unidos, seria “igual ao de todas as reservas mundiais de petróleo conhecidas”, informou a ABCNews.

Esse volume explorável seria só a metade do existente na jazida, mas equivale às “reservas comprovadas de petróleo do mundo inteiro”.

O total seria, portanto, o dobro das reservas confirmadas da OPEP. O GAO e a indústria privada estimam que o petróleo aproveitável na jazida atingiria três trilhões de barris.

“Nos últimos 100 anos, toda a humanidade consumiu 1 trilhão de barris de petróleo. E nós temos aqui várias vezes isso”, disse Roger Day, vice-presidente para as operações da American Shale Oil (AMSO).

A jazida não foi incluída no recente relatório da Agência Internacional de Energia – IEA, a qual predisse que por volta de 2020 os EUA serão o maior produtor de petróleo do mundo.

Na Estônia, há 30 anos a petroleira Enefit desenvolveu e aplica a tecnologia que serviria para esta macro-jazida.

Frank Rusco, diretor da GAO, afirma “não há dúvida de que o petróleo está ali, 3 trilhões de barris dele. A tecnologia para avaliar as reservas é bem boa... agora a questão é extraí-lo com lucro”.

COMENTÁRIO DO BLOGUEIRO: Pensar que profetas do catastrofismo, como o Clube de Roma, anunciaram que o petróleo acabaria em 1980!!!

Lei em Campinas obriga restaurante a dar 50% de desconto a quem tiver estômago reduzido
Diretora do Procon Campinas diz que o estabelecimento pode ser multado caso descumpra a lei
06 de dezembro de 2012 | Ricardo Brandt

CAMPINAS - Restaurantes e bares de Campinas, no interior de São Paulo, estão obrigados por lei a partir desta quinta-feira, 6, a oferecer desconto ou cobrar metade do preço em rodízios, porções e pratos para pessoas que fizeram cirurgia de redução de estômago.

O prefeito Pedro Serafim (PDT) sancionou uma lei, publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial, que obrigada os estabelecimentos a darem 50% de desconto no preço das porções ou servirem meia porção para quem comprovar que tenha reduzido o estômago por meio de cirurgia bariátrica ou qualquer outra gastroplastia.

A nova lei não afeta restaurantes de comida por peso nem inclui bebidas. Ela estabelece ainda que o restaurante deve fixar um cartaz ou uma placa com a divulgação do direito inscrito: "Este estabelecimento concede descontos e/ou meia porção para as pessoas que realizaram cirurgia bariátrica ou qualquer outra gastroplastia".

O autor da lei, o vereador Francisco Sellin (PMDB), explicou que o cliente deverá apresentar um laudo ou declaração que comprove a cirurgia, feito por um médico devidamente inscrito no Conselho Regional de Medicina (CRM). A regulamentação da lei, estabelecendo maiores detalhes sobre como ela será aplicada, deve sair até o fim do ano, segundo o parlamentar.

A diretora do Procon Campinas, Viviane Belmont, informou que o estabelecimento pode ser multado caso descumpra a lei municipal. O Sindicato dos Hoteis, Restaurantes e Bares de Campinas informou que é contra a lei e que ainda não discutiu o assunto.

COMENTÁRIO DO BLOGUEIRO: só pro macaco entender, se fez a cirurgia e agora vai comer metade da comida que consumia antes, agora o ex-gordinho vai pagar metade da metade, pois não? Depois os portugueses dizem que nós só contamos piadas de portugas, porque são as únicas que os brasileiros conseguem entender, e ainda tem gente que fica bravo... 
Ô Raça! 
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.