quinta-feira, 23 de maio de 2013

A Vivo é um caso de polícia! Chamem o ladrão!

Richard Jakubaszko
Gente, se arrependimento matasse eu já era. Assinei os serviços de Vivo TV fibra a partir de janeiro último, e ampliei de 10 para 15 megabytes a internet Vivo Fibra.
Os preços, nem é bom falar, são caríssimos. Muito acima do padrão internacional, eis que o pacote total da TV está em R$ 200,00 mensais, e da internet em R$ 79,00 fora a conta do telefone fixo.

Seria suportável pagar isso se a Vivo entregasse o que vendeu. O problema é que cobram o que não entregam.
Desde que instalaram na minha casa a TV e a internet fibra, já houve mais de 15 "quedas" do sistema, e aí ficamos sem TV e internet, ao mesmo tempo.

Neste mês de maio já houve 6 interrupções. Curioso em saber o que acontece coloquei meus dotes jornalísticos e detetivescos para trabalhar. Não deu outra: tem trampo por detrás dessa história, que envolve corrupção e incompetência.

A Vivo vende e não entrega porque o sistema no bairro está inflado, e mal dimensionado, ou seja, esgotou-se. Talvez devido ao fato de que foi mal projetado, ou porque venderam a mais do que o sistema suportaria.

Cai um dia, reinstala no outro, cai de novo. Descobri que uma lan house instalou-se numa rua transversal à minha, e o proprietário queria muitas linhas, indisponíveis na região. Dai que ele subornou ou adoçou os técnicos da EGS (empresa subsidiária da Erickson, que presta serviços para a Vivo), e todo dia tem técnico da EGS na minha rua, de manhã um desinstala e de tarde outro reinstala.

Uma vizinha já fez BO (Boletim de Ocorrência) na delegacia do bairro.
Em minha casa temos mais de 40 nºs de protocolos de reclamações feitos ao 106 15 da Vivo e à Ouvidoria da Vivo. Nada adianta, reclama hoje, reinstala amanhã de manhã, a lan house manda cortar à tarde, e a EGS ou a Vivo não dão explicações.

É a maravilha da privatização feita por FHC e seus tucanos. Venderam a Telesp para a Telefônica, que se associou com a Vivo, e agora enganam caro a todos nós, cobrando caríssimo e entregando um péssimo serviço, fora a dor de cabeça de perder horas e horas, todos os dias, em conversas cantinflescas com as mal treinadas atendentes do atendimento da Vivo.

É isso, chamem o ladrão, a polícia não será suficiente pra prender tanta gente.

Será que esse país tem jeito? Tem horas que eu duvido disso.

ET. (Quinta, 23/5/13 - 17h40m) Minha mulher acompanhou hoje o dia inteiro o périplo de duas empresas prestadoras de serviços da Vivo, a EGS e a sua sub-contratada, a Dominium, lá na minha rua. A EGS, aparentemente, querendo consertar o problema em definitivo, reinstalou minhas linhas de TV e internet, mas a equipe da Dominium insistia em desligar minhas linhas e instalar a ligação da lan house. Venceu, até o momento, o bom senso, e a EGS conseguiu da Vivo a promessa de não vender nem instalar novas linhas de Vivo Fibra TV ou internet na região, até que consigam redimensionar e instalar novas cabeças de suporte para expansão na área.
Desta forma, aplausos para a EGS, e até para a polícia que foi chamada na rua, pois os vizinhos desconectados estão em pé de guerra com a tal Dominium. As duas empresas, com 3 equipes, passaram o dia inteiro na minha rua, discutindo entre si, numa demonstração catastrófica e evidente de que a Vivo anda trocando os pés pelas mãos.
.

Um comentário:

  1. Lembrei desse: http://www.youtube.com/watch?v=OzxN95spAa0 É um pior q o outro...

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.