sábado, 2 de novembro de 2013

O que é o CO2? É tão ruim como dizem?

Richard Jakubaszko   
O que é o CO2? É tão ruim como dizem? 
Sem o CO2 morreremos todos?
Ou seria ele o gás da vida?
Pinheiros cultivados em estufas com
maiores doses de Co2 cresceram mais.
Por vezes, um simples verbete ou pequeno resumo escolar sobre determinado assunto pode ser mais esclarecedor do que um aprofundado tratado de vários volumes.

A popular enciclopédia digital Wikipedia, no verbete “Dióxido de Carbono” – o famoso CO2 – fornece informações que um aluno recebe na escola, mas que os “aiatolás” da religião verde fingem desconhecer.

“O dióxido de carbono é essencial à vida no planeta. É um dos compostos essenciais para a realização da fotossíntese – processo pelo qual os organismos vegetais transformam a energia solar em energia química.”

“Esta energia química, por sua vez, é distribuída para todos os seres vivos por meio da teia alimentar e é vital para a manutenção dos seres vivos.”

“O carbono é um elemento básico na composição dos organismos, tornando-o indispensável para a vida no planeta.”

“O CO2 é um dos gases do efeito estufa que menos contribui para o aquecimento global, já que representa apenas 0,03% da atmosfera.”

CO2: indispensável para a vida no planeta e base da
cadeia alimentar. Mercado em LaBoqueria, Barcelona.

“Nas últimas décadas, devido à enorme queima de combustíveis fósseis, a quantidade de gás carbônico na atmosfera tem aumentado muito, mas isto não prova que o gás carbônico contribui com relevância para o aquecimento do planeta.”

“A concentração de CO2 na atmosfera começou a aumentar no final do século XVIII, quando ocorreu a revolução industrial. Desde então, a concentração de CO2 passou de 280 ppm (partes por milhão) no ano de 1750, para os 393 ppm atuais.”

“Este acréscimo implica o aumento da capacidade da atmosfera em reter calor e, mas não consequentemente, da temperatura do planeta, pois houve decréscimos de temperatura também neste período.”

Em suma, se por absurdo o mundo ficasse sem CO2, a vida da Terra seria extinta e o Planeta se assemelharia à Lua ou a Vênus.

Que classe de “humanistas” são esses que combatem o CO2? Se conseguissem acabar com ele – coisa aparentemente impossível – não seriam eles os culpados pelo maior genocídio da história universal?


COMENTÁRIOS ADICIONAIS DESTE BLOGUEIRO:
O post acima foi publicado no blog do aguerrido pessoal da TFP, que patrocina o site ecologia-aquecimento. Demorou para descobrir isso, mas sempre é tempo, não é mesmo? Publiquei neste blog, em outubro 2009, um artigo escrito em parceria com Odo Primavesi, que diz exatamente a mesma coisa e ainda algumas coisas a mais, confiram: http://richardjakubaszko.blogspot.com.br/2009/10/co2-unanimidade-da-midia-e-burra.html


E se o leitor quiser mais informações, pesquise nas Tags (na aba lateral direita, lá embaixo...) deste blog por "CO2" ou "aquecimento", há mais de 3 dezenas de artigos sobre esse tema. Recentemente, em setembro último, publiquei uma apresentação de minha autoria sobre o CO2, o gás da vida. A apresentação está no sistema Prezi, que tem uma dinâmica e um visual muito criativo, chama-se CHONSP, a sigla da vida:
http://richardjakubaszko.blogspot.com.br/2013/10/palestra-sobre-co2-no-prezi.html
.

3 comentários:

  1. Parabéns por transcrever e comentar essa notícia esclarecedora. Curta e grossa, além de realista.

    ResponderExcluir
  2. Dr Fernando, nesse tema ando em dúvidas comigo mesmo, se sou persistente ou teimoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando Cardoso-USP ESALQ, 19363 de novembro de 2013 10:59

      Quem se dedica a esclarecer a opinião pública nestes tempos de mistificação e de demagogia ideológica, é um benemérito senão um herói, que merece nosso respeito e admiração.

      Excluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.