quinta-feira, 5 de junho de 2014

Alckmin mente sobre racionamento de água


Richard Jakubaszko 
Charge do Baptisdão
Diversos bairros da capital de São Paulo sofrem racionamento de água. Os jornais não noticiam sobre isso, menos ainda as TVs.

A Sabesp, no início deste ano, reduzia o fornecimento de água ao bairro Bela Vista (Bixiga), onde moro em São Paulo, a partir de 23:00 horas, até 05:00 horas da manhã. Esse horário foi se ampliando aos poucos. Durante os meses de abril e maio passou para 22:00 horas e agora em junho já começa por volta de 20:00 horas.

O governador Geraldo Alckmin mentiu e continua mentindo para a população. Há uma perda substancial de água no centro velho da capital, que é abastecido pelo sistema Cantareira, através de encanamentos e tubulações velhos (instalados entre 1930 e 1950), aos quais raramente a Sabesp fez manutenção. Perde-se de 30% a 40% da água tratada nesses vazamentos.

É importante que as pessoas saibam que, para fazer racionamento de água, seja editado um decreto pelo governo do estado, e que a população conheça quais os dias e horários em que será afetada.

Portanto, o governador não apenas mente à população, sobre não haver racionamento, mas pratica também um ato ilegal.

Onde estão os promotores públicos do Estado de São Paulo? Os votos que ele pretende ganhar em outubro próximo a gente já sabe onde irão...
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.