terça-feira, 8 de julho de 2014

Acabou a Copa prá nós!

Richard Jakubaszko 
Foi humilhante o 7 x 1 que tomamos da Alemanha. Mérito  e competência do alemães, e ineficiência nossa. Fica o registro e o exemplo para a história.

Ninguém jamais saberá explicar essa derrota.

A verdade é que o tal do "profissionalismo" não nos levou a nada. A seleção travou depois do primeiro gol. Levamos mais 4 gols depois de poucos minutos. Normal do futebol levar mais um ou dois. Mas 4 gols na sequência?
Não tem explicação.

Felipão errou, ninguém tem dúvidas. Vai pagar pelo erro, com enorme ostracismo. Ousou enfrentar a Alemanha de igual pra igual, baseado no espírito de que teríamos 11 Neymars em campo, todos motivados. Nem 11 Neymars, muito menos 11 Amarildos. Felipão errou de novo ao não mexer na seleção depois do segundo gol, e aí não deu tempo de mais nada. O Brasil travou, e precisamos de muita reflexão para saber os porquês de tudo isso. Mas jamais encontraremos respostas, apenas teorias conspiratórias.

O futebol, lamentavelmente, está direcionado e organizado por interesses comerciais, empresariais, pessoais e coletivos. Dos jogadores da seleção 2014 apenas um joga no Brasil (Fred), e que não jogou quase nada nesta Copa.
Outros, como David Luís, entregaram-se, esforçaram-se, mas não poderiam dar solução aos problemas coletivos. Neymar foi só um acidente de percurso. Assim como Thiago Silva. As presenças deles hoje não nos garante que teríamos outro resultado.

O que precisamos, agora, é bola pra frente. Lamber as feridas de forma bem rápida, e nos organizar, como povo e sociedade, sem culpar a quem não tem responsabilidades pela derrota.

Tristes, frustrados, humilhados, todos estamos assim, mas são coisas do esporte e do futebol, resultados que não devem repercutir ou influenciar sobre a nossa vida em família, nos negócios, nas empresas ou na sociedade.

De certa forma o sentimento de derrota e de frustração é útil e positivo, nos faz crescer e amadurecer como sociedade, diante das perdas emocionais. O resto é infantilidade, de querer encontrar culpados. Erros foram cometidos, da comissão técnica, dos jogadores, da torcida e da mídia, mas somos, na verdade, todos culpados, por sermos excessivamente otimistas, especialmente em futebol.

Ainda estou tentando entender o que aconteceu hoje. Foi acachapante, isso é inegável.
A blogosfera internacional vai aproveitar, aliás, já começou...


.

2 comentários:

  1. José Carlos Arruda Corazza8 de julho de 2014 21:08

    É isso, Richard, sem mágoas.
    Como já disse o povo, "levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima!".
    José Carlos Arruda, BH

    ResponderExcluir
  2. Foi terrível e acachapante (usei essa mesma palavra pra descrever os fatos no FB), sem dúvida. Mas foi após a 'humilhação' contra o Uruguai em 50 que fomos pentacampeões, ao longo de 6 décadas mais ou menos. Eu vi ao vivo três dessas vitórias. Talvez agora consigamos um decacampeonato em 100 anos ... rs

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.