sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Museu Internacional do Automóvel (Torino)

Richard Jakubaszko 
O carro de Leonardo Da Vinci, período da renascença.
Simplesmente genial o Museu Internazionale de Automobile, de Turim (Itália), que tive a grata satisfação de visitar no início deste mês, a convite da CNH New Holland (Grupo Fiat, aliás, sigla de Fábrica Italiana de Automobile de Torino).
 

Exemplares raros (alguns únicos) de automóveis estão expostos no museu, dos mais antigos aos mais modernos, inclusive exemplares de carros da Fórmula 1 e outros esportivos, tendo a interatividade de apresentações em vídeos, em telas touch screen, para se obter informações detalhadas das máquinas em exibição. Enfim, um museu moderníssimo, com o bom gosto dos italianos.
Abaixo algumas das fotos que obtive durante a visita ao museu. Quem gosta, recomendo, visite o Museu, vale a pena. Sobraram umas 50 fotos, não exibidas aqui, porque o Google não permitiu, estourou o espaço em kbytes e em HPs...
O automobile de Leonardo Da Vinci, de 1.478.

Painel com resumo da história.
Modelo do século XIX, de 1891.
Modelos de séculos XIX e XX, inúmeros.
1º veículo autopropelido do mundo (Cugnot, de 1.769).
Um torpedo automóvel, de 1899.
Rolls Royce, 1936.
Isotta Fraschini, 1.929.
Packard, 1.937.
O modelo da Citroen (1924) marcou época, sempre de preto.
Ford Jeep (1941), II Grande Guerra, uma legenda, um mito.
Jaguard, anos 1970.
Jaguard, 1970.
Ferrari 1980, um de seus mais famosos e lindos modelos.
Fiat 2000, a febre da ecologia chegava, baixo consumo
Piso de vidro, com o mapa aéreo de Turim, a história na tela.
Humor sobre o fanatismo do italiano por "máquinas".
Outro exemplo de humor.
A Fórmula 1 e a Ferrari, muitas histórias.
Alfa Romeo, anos 1980.
Maseratti, outra legenda do automobilismo.
Muitas Ferraris, imponentes, lindíssimas...
Esportivos, luxuosos, caríssimos, belíssimos, superlativos.
O cubismo de Picasso, afinal, é um museu...
Lancia Presidencial, 1961.
Alfa Romeo, 1975.
Fiat, 1932.
BMW Isetta, 1962.

Fiat, anos 1980 lança conceito van, carro da família.
Mais uma Maseratti.
A carruagem americana não poderia faltar.

5 comentários:

  1. E pensar que de 1936 pra frente, conheço todos...
    Caramba, já é viver!
    Abç FC

    ResponderExcluir
  2. Dr Fernando,
    também pudera, com 100 anos completados!
    Eu estava "me achando", mas essa foi uma elegantíssima esnobada!!
    abs!!!

    ResponderExcluir
  3. Que experiência magnífica Richard. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Hélio Casale, S.Paulo12 de outubro de 2014 10:44

    Bom dia Richard,
    Maravilha de passeio.
    No Museu só faltou o Ford 29 que meu pai dirigiu com exclusividade por 43 anos.
    Abraço e boa semana.
    Amanhã estarei seguindo para Ilhéus com retorno na sexta.
    Casale

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.