domingo, 9 de novembro de 2014

A ideologia do ódio

Richard Jakubaszko 
Símon Bolívar
Certos comportamentos dos brasileiros nos últimos tempos têm demonstrado uma sociedade em notório e acelerado processo de mudança. Aparentemente, acabou o chamado "brasileiro cordial". Todo mundo tem "opinião", e luta por ela, mesmo que não saiba o que está falando. São convicções... Talvez façam renascer o nazismo, ou o fascismo, alimentados por um ódio inexplicável, um ódio que só encontra explicações no sentimento do medo, do milenar medo de perder algo a que todo homem já nasce.

Há um vídeo no Youtube, apresentado por Slavoj Žižek, que mostra alguns detalhes de como foram exibidas manifestações públicas de ódio nas últimas eleições. Algo inédito na historiografia nacional. Fica clara a incorporação do ódio como ideologia. Chega a ser assustador. O novo "bolivarianismo" substituiu o velho e antigo comunista, que comia criancinhas. Talvez o bolivarianismo coma gente grande também, além de criancinhas. É um medo novo, apesar de o sentimento ser velho. O que eles querem dizer com bolivariano eu não sei, sinto que é um xingamento tenebroso, o pior de todos.

Como registra no vídeo "Eles não sabem o que fazer, mas o fazem mesmo assim. Tipo, tem um deus por aí, eu não sei o que ele fez nem como ele fez, mas ele é o salvador e eu tenho que obedecê-lo, segui-lo, e me anular porque assim ele quer. Daí passa um pastor, um padre e um jegue. Deus é o Jegue, mas eles não sabem viver sem seguir alguém com melhor desenvolvimento neurolinguístico. Acabam escolhendo um lado para seguir, já que eles não sabem mesmo o que fazer... seguem alguém que diz que tá sabendo."

Pai do Céu, cuida dos brasileiros, eles não sabem o que fazem!


.

Um comentário:

  1. Jose Carlos Arruda Corazza, BH11 de novembro de 2014 20:20

    Richard, tá sabendo? Sábado, dia 15 novembro próximo, Lobão e parceiros desatinados estão programando uma passeata monstro em São Paulo e em várias capitais do Brasil, pedindo que Dilma e o PT saiam do governo, democraticamente é claro, porque eles acreditam que as eleições foram fraudadas.
    José Carlos

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.