quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Cantareira: estão mentindo pra gente!

Richard Jakubaszko 
As notícias que saem na mídia são desencontradas e contraditórias.
Antes (dez/15) e ontem (18/fev/15).

Apesar das chuvas intensas deste mês de fevereiro em São Paulo, o fevereiro mais chuvoso dos últimos 9 anos, o Sistema Cantareira teria recuperado volume de água estocada de 5,2% para 9,5% de dezembro 2014 para fevereiro 2015, mas a Sabesp declara que o "efeito esponja" do solo seco, que absorve a água das chuvas, "não permite a recuperação das represas". Será? Ou continuam a nos enganar, com um rodízio perverso, enquanto estocam água para os meses de seca vindouros (de abril a outubro), quando a água ficará mais cara do que nunca?
A foto do Estadão de hoje (19/2/15) mostra a recuperação parcial do volume de água.

Não vejo, até o momento, nenhuma obra para correção dos vazamentos nos encanamentos no centrão velho de São Paulo, por onde se esvai de 35% a 60% da água tratada do Cantareira.

A mentira continua. Estão nos enganando, de alguma forma. Antes, a desculpa da falta de chuva escondia os problemas da falta de planejamento e de má gestão, agora vem a desculpa de que choveu muito, mas ainda não foi suficiente...  A péssima gestão do desgovernador paulista continua, com total e irrestrito apoio da mídia, a enganar os cidadãos paulistas.
As represas que abastecem cidades próximas a São Paulo estão transbordando e devem provocar enchentes nas cidades, só o Cantareira não se recupera...
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.