quinta-feira, 16 de abril de 2015

Jacto lança nova colhedora de café, que é multiuso.

Richard Jakubaszko
A Jacto Máquinas Agrícolas apresentou esta semana, em evento na cidade de Pompeia, a jornalistas, clientes, revendas e amigos, a sua nova colhedora de café.

A K 3500 engloba um conceito inovador de máquina multiuso, pois além de ser colhedora de café ela vai ter módulos, previstos no projeto de engenharia, que a tornarão pulverizador ou podadora. A nova colhedora será uma das vedetes da Agrishow, a partir de 27 de abril próximo, e tem custo de venda de R$ 875 mil.

A primeira colhedora de café do Brasil, também da Jacto, foi lançada em 1979 e revolucionou a cafeicultura brasileira. "Sem ela a cafeicultura brasileira como a conhecemos não existiria, com toda certeza, e não seríamos líderes na produção e exportação de café", conforme disse Jorge Nishimura, presidente do Conselho de Administração da Jacto.
No evento, na fábrica da Jacto, cheios de orgulhos, diretoria e funcionários comemoraram, e lembraram um ensinamento do fundador da Jacto, Shunji Nishimura: "Ninguém cresce sozinho".
Ficou claro para todos que a Jacto, com esse lançamento, tem grandes planos para o futuro breve. A chamada crise não chegou na Jacto, e nem deve chegar.

Abaixo um vídeo com entrevista que realizei com o presidente da Jacto, Fernando Gonçalves Neto:
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.