quinta-feira, 23 de julho de 2015

Jornalistas domesticados

Richard Jakubaszko
Abaixo vídeo com depoimento da jornalista Hildegard Angel sobre eventos políticos dos últimos anos, todos estes fatos acompanhados por jornalistas oportunistas, como ela expressa, e a quem eu chamo de domesticados.

Inegavelmente há um estado de transição política em nosso Brasil, hoje, como sempre foi, há mesmo um estado de exceção, e a mídia não relata o que se passa, deturpa, finge não ver o óbvio de disputas político-partidarizadas. Há um clima de guerra, de esquerda versus direita, ou melhor, de oposição versus governo, e até mesmo de golpe judicial, o que me leva a constatar que a democracia anda a perigo, o que é muito ruim para o Brasil e os brasileiros, e entendo isto por não ser adepto de ideologias de direita e muito menos de esquerda, mas um humanista.

Hildegard acredita que já houve o golpe, anda preocupada e aterrorizada com os fatos da judicialização do país, com a ditadura dos agentes de estado, como os procuradores e a Polícia Federal, e com as ações de políticos no Congresso Federal. Ações desse tipo precederam o estado nazista na Alemanha. A verdade é que tem gente brincando com fogo, e de forma irresponsável.

Jornalistas domesticados, como expressão, serve para qualificar as denúncias de casos relatados por Mariana Godoy, na Rede TV, que disse que nenhum jornalista da TV Globo, por exemplo, escapa de ter de fazer perguntas feitas pelo diretor de jornalismo da emissora, nem o Bonner... Outro fato semelhante virou piada viral no Roda Viva desta semana, em que Augusto Nunes, moderador do programa, passou pergunta capciosa para uma jornalista da Veja fazer, e ela fez... E ainda foi ironizada pelo escritor cubano que estava sendo entrevistado...
Nada diferente do que fala Hildegard Angel no vídeo abaixo.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.