sábado, 5 de dezembro de 2015

A solução para o Brasil


Guilherme Cardoso  
Sabe qual a solução para o Brasil? Fechar o Congresso Nacional para balanço, e só reabrir daqui a seis meses. Com novas eleições para deputados federais e senadores e um novo Sistema Político vigorando.

E quem deve fechar o Congresso?

O STF-Supremo Tribunal Federal. Tudo dentro da legalidade, nada de intervenção militar, para ninguém dizer que é golpe de Estado. Afinal, os juízes do STF não são os guardiões da democracia?

Tentar consertar o país com apenas um impeachment é pouco, pois quem deve entrar não vai resolver nada. Cassar a chapa inteira, tirando a Dilma e o Temer, fazendo novas eleições e colocando na presidência alguém que se diz oposição, como o Aécio, só vai mudar a roupa, o partido e tudo continuar na mesma.
 

O que é preciso nesse país é uma reforma política profunda, com leis que punam de verdade os corruptos, que acabe com as mordomias dos parlamentares, e que se reduzam seus salários absurdos em relação à maioria do povo brasileiro.

Ao invés de ficar discutindo processos e liminares de impeachment e de cassação da presidente da República e do presidente da Câmara, seria bom que o STF fizesse uso de suas prerrogativas, fechasse o Congresso e desse um basta nesta balbúrdia que se transformou esse ambiente político no Brasil.

Se o STF não se posicionar imediatamente, o que vai acontecer no país é uma briga de mentirosos e corruptos que não se interessam pela pátria, cada um se desculpando e pensando somente em seus interesses pessoais.

Enquanto isso, o Brasil vai afundando em crises econômica e social, reduzindo os investimentos, diminuindo os empregos, nada aplicando em saúde e educação, proporcionando desesperança e aumento da miséria e da violência urbana.

Publicado originalmente em http://guilhermecardoso.com.br/a-solucao-para-o-brasil?lang=pt


COMENTÁRIOS DO BLOGUEIRO:
Guilherme, concordo em partes. Discordo no todo. Fechar o Congresso seria um golpe jurídico. Sem contar a interferência entre os poderes, que são independentes, conforme determina nossa Constituição. Fora isso, já temos uma judicialização exacerbada do país, onde juízes e promotores públicos aprontam um bando de loucuras e estão impunes com as injustiças feitas. Paralisam obras públicas, com enormes prejuízos, condenam inocentes em julgamentos políticos e emocionais. Temos, isto sim, concordo plenamente, que fazer uma reforma política, é vital e absolutamente necessário, mas tem de ser feita por uma constituinte específica para isso, que se dissolveria tão logo a mesma fosse aprovada. Se os políticos hoje eleitos a fizerem a coisa vai ficar ainda pior. Ou seja, as raposas não podem administrar o galinheiro.

Adicionalmente, deveríamos extinguir o Senado, pois é espaço desnecessário de manobra política, de custos elevadíssimos, e não precisamos de mais uma câmara que serve apenas para referendar as leis aprovadas na Câmara dos Deputados. Veja artigo que publiquei aqui no blog, em junho de 2009, "O que precisa mudar no Brasil", continua atualíssimo: http://richardjakubaszko.blogspot.com.br/2009/06/o-que-precisa-mudar-no-brasil.html
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.