segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Nada a declarar

Richard Jakubaszko

Para quem é cidadão brasileiro, para quem tem opinião própria, para quem é consciente, para quem procura a verdade, recomendo a leitura da série de reportagens publicadas pelo jornalista Luís Nassif em seu blog ( www.projetobr.com.br ), em que acusa a revista Veja e diversos de seus editores de praticarem um “jornalismo de esgoto”. Leiam e tirem suas próprias conclusões.
Não houve, até o momento em que publico esse post, qualquer resposta da revista Veja ou da Editora Abril, sobre as acusações feitas. Há um “nada a declarar” que está incomodando muita gente. Fora isso há notícias postadas em blogs e sites de que os acusados na série do Nassif "estariam entrando na justiça".
O jornalismo ganha e perde com isso. Não tenho dúvidas. Dependendo dos rumos que a questão tomar o jornalismo poderá ganhar muito mais do que perder. Num primeiro momento jornalismo e jornalistas perdem credibilidade, pois as acusações feitas por Nassif apontam a revista Veja, maior revista nacional em termos de tiragem, e sem dúvidas a mais influente, como praticante contumaz de um jornalismo engajado, vinculado a interesses comerciais e políticos, e por conta disso muitas notícias e informações publicadas seriam falsas e mentirosas, conforme acusa Nassif, inclusive de dossiês que tiveram repercussões em caráter internacional.
O “dossiê Nassif” contra Veja, representado por várias reportagens postadas no próprio blog do jornalista, tem como fonte a própria revista Veja e as notícias já publicadas em suas páginas. Nassif parece dizer que “Deus não joga, mas fiscaliza”, frase dita por um famoso locutor esportivo na Copa do Mundo de 1962 no Chile, quando tentavam roubar a seleção canarinho em campo, com arbitragens comprometidas, mas os jogadores brasileiros souberam superar as adversidades, como a história registra.
Ao colega Nassif bato palmas pela iniciativa de publicar a série, pois lava a alma, parabenizo pela coragem, e desejo sucesso na empreitada.
Nassif já tinha uma página na história do jornalismo brasileiro, mas vai ganhar mais espaço com as suas denúncias, independentemente de onde vá parar ou de como vai terminar essa pendenga.
Para quem deseja acompanhar a série clique nos endereços a seguir:
Aqui, a série em PDF, preparada pela Dinheiro Vivo.
Momentos de catarse e a mídia Em PDF
A mudança de comando Em PDF
A guerra das cervejas Em PDF
O caso André Esteves Em PDF
O caso COC Em PDF
Primeiros ataques a Dantas Em PDF
Assassinatos de reputação Em PDF
O quarteto de Veja Em PDF
Os primeiros serviços Em PDF
O caso Edson Vidigal Em PDF
O dossiê falso
O bookmark de Mainardi

2 comentários:

  1. A "Óia" não tem nada a declarar? É que as acusações do Nassif são avassaladoras!
    Gostei do blog, parabéns.
    Bia Faria

    ResponderExcluir
  2. Bia,
    obrigado pela mensagem, não sei como vc conseguiu enviar, muitas pessoas enviaram e-mails reclamando que não conseguem postar comentários.
    Richard

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.