segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Parlamento inglês diz que Facebook é dirigido por “gangsters digitais”

Fernando Brito *
Os principais jornais do mundo publicam hoje o relatório final da comissão parlamentar do Reino Unido que acusa o Facebook de violar a privacidade dos dados e as leis de concorrência. A investigação começou em 2017, para levantar os perigos de manipulação das redes sociais na política e ganhou força depois do escândalo da Cambridge Analytics, onde se tornou público que a empresa de Mark Zuckerberg havia recolhia clandestinamente dados coletados de milhões de perfis de usuários do Facebook e os vendia para clientes políticos para permitir que eles manipulassem de forma mais eficaz potenciais eleitores.

“Empresas como o Facebook não devem se comportar como ‘gângsteres digitais’ no mundo on-line, considerando-se à frente e além da lei”, diz o texto do relatório, segundo a CNN.

“A democracia está em risco devido ao alvo malicioso e implacável de cidadãos com desinformação e anúncios obscuros personalizados de fontes não identificáveis, entregues através das principais plataformas de mídia social que usamos todos os dias”, disse ao The Guardian o presidente do comitê, Damian Collins.

O relatório adverte, diz o jornal, que “o Facebook está usando seu domínio de mercado para esmagar os rivais, impedindo-os de competir com o Facebook ou suas subsidiárias”.

A recomendação do relatório é de que haja controle público das políticas de privacidade nas redes sociais, algo extremamente complexo, porque as plataformas podem estar em qualquer lugar do mundo.

Aliás, o poder das grandes empresas de tecnologia digital ficou claro nesta própria investigação, na qual por três vezes Zuckerberg negou-se a prestar esclarecimento, limitando-se a mandar subalternos às audiências com membros do parlamento.

* o autor é jornalista, editor do blog Tijolaço.
Publicado originalmente em http://www.tijolaco.net/blog/parlamento-ingles-diz-que-facebook-e-dirigido-por-gangsters-digitais/

.

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Deu tudo certo, "com o Supremo com tudo".

Odilo Almeida  

Parabéns a todos os eleitores do Bolsonaro e apoiadores do golpe
 

Deu tudo certo, "com o Supremo com tudo":

- Jucá se aposentou;
- Aécio se reelegeu;
- Temer assistirá seus processos dormirem nas gavetas até caducarem;
- Bolsonaro se elegeu presidente;
- Serra, Aloísio e Alckmin tiveram seus processos arquivados;
- Evangélicos fundamentalistas ganharam 3 ministérios;
- Moro ganhou um cargo de ministro, trampolim para o STF;
- Gedel foi absolvido por falta de provas;
- Os irmãos Joesley, que financiaram o golpe, estão livres para continuar a
subornar;
- Os empreiteiros que roubaram a Petrobras, ganharam como prêmio por denunciar o PT (sem provas), a liberdade e o dinheiro do furto de volta;
- O Youssef voltou a fazer negócios com dólares;
- Acabou o regime de partilha e o pré-sal já está nas mãos dos gringos;
- As milícias agora estão no governo, lado a lado com os Bolsonaros.

- E, o mais importante: Lula está preso!

Sem crime e sem prova, mas está preso! Para nunca mais se meter a promover distribuição de renda, combate a pobreza e soberania brasileira.

Parabéns, eleitores do Bolsonaro! Vocês venceram. Infelizmente, a ética, os valores humanos e a justiça foram os que perderam.

Odilo Almeida

Arquiteto


.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Maia é a prova: existe reencarnação

Richard Jakubaszko  
A foto abaixo não deixa dúvidas, Rodrigo Maia, do Brasil, é a reencarnação da
 
 


.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Mandala e estresse

Richard Jakubaszko  
Para "entendidos": no teste abaixo prova destinada a pacientes, no quesito estresse, para servir como teste de percepção, e deu no que deu... Parece um meme...



.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Marchinha do pobre de direita

Richard Jakubaszko   
Conforme apregoava Tim Maia quando estava entre nós, brasileiro é uma merda, pois aqui o traficante é viciado, rufião tem ciúme, prostituta tem orgasmo e os os pobres brasileiros de hoje parecem ser todos de direita.
As esquerdas não perdem os amigos por causa disso, mas sempre aproveitam o tom e o clima pra zoar com a categoria. Pois escutem a marchinha do pobre de direita numa execução provavelmente familiar que está ancorada no Youtube e que me foi enviada pelo jornalista Alisson Freitas:

.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Propaganda de Pai de Santo

Richard Jakubaszko   
Tem coisas que os Pais de Santos fazem que até Deus duvida, né não?
Esse da propaganda em poste aí embaixo é original, devemos acreditar e anotar os dados dele, conforme sugere o remetente dessa preciosidade, o jornalista Delfino Araújo, vai que o dito cujo está afirmando verdades absolutas. Parece que ele é todo poderoso mesmo e essa promessa aí é só uma amostra grátis. E se a gente pudesse transformar notas de R$ 2,00 em notas de R$ 100,00 - já pensou nisso? Vai faltar troco no comércio, eita!!!




.

domingo, 10 de fevereiro de 2019

No país dos espertos, Dias Toffoli brilha

Richard Jakubaszko  
Somos o país dos espertos, certo? Sempre levamos vantagem, conforme apregoou Gerson nos anos 1980, fazendo comercial de cigarros. Volta e meia topamos com alguém confessando uma malandragem, uma esperteza na qual levou vantagem, é comum isso.

Mas nunca vi ou ouvi um ministro do STF (Dias Toffoli) admitir publicamente uma "esperteza", pior do que isso, foi cúmplice silencioso na época e acoberta até hoje a vigarice de um colega advogado que roubou um processo da Justiça, em vias de ser executado um despejo. Em bom português: é saudável, é lícito, ou é "inteligente" a gente ter um advogado como esse sentado à cadeira de juiz da nossa Suprema Corte, hoje como presidente? Na época da palestra abaixo, onde confessa o ilícito, e dá risadas, aplaudido pela plateia de advogados iniciantes na bruxaria da esperteza, Toffoli já era ministro do STF.

Uma vergonha, um despautério, uma pândega, muita leviandade. Me dá nojo essa esperteza brasileira macunaímica.

.

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Democracia e voto errado

Richard Jakubaszko  
A democracia tem dessas coisas, olha só a democracia do povão, em marcha no dia a dia...



.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Chinês com qualidade de vida...

Richard Jakubaszko 
Enquanto toma um banho termal e revigorante o chinês naturalista se alimenta de verduras verdes e orgânicas, muitas frutas, mas toma Coca-Cola... Será que essa é a "sustentabilidade", a qualidade de vida dos chineses?

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Filhos das putas!!!

Richard Jakubaszko  
O xingamento aos políticos é parte inevitável do cotidiano nos dias de hoje, inclusive aos juízes de futebol, é claro, e até mesmo aos juízes de certas varas cíveis, mas as putas, até elas, reclamam da má fama e dos respingos que recebem...
(Foto enviada pelo jornalista Delfino Araújo)
 

.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

A arte da FILOSOFIA

Daniel Macedo *
Disseram que a filosofia é movida pela admiração da natureza e seus fenômenos e por isso nos movemos a estudá-la. Disseram que a filosofia é a saúde da alma. Disseram que filosofar traz solidão, que o pensar para desvendar as coisas, as almas e o mundo é um pensar de isolamento. Disseram que a filosofia é o amor ao saber. Disseram que é o próprio saber. Disseram que é um enigma. Disseram que é mostrar à mosca a saída do vidro. Disseram que é reaprender o mundo. Disseram que é a arte de se conhecer a verdade. Disseram que é a arte de formar e inventar conceitos. Também disseram que filosofar é uma bobagem!

E agora?

Penso, logo existo. Se existo, então penso... Toda formulação filosófica provém do pensamento. Ora, então, o que é o pensamento?

Dicionário: ato de pensar; aquilo que se pensa... Não explica nada!

Conceitos de pensamento:
a) Aquilo que é trazido à existência através da atividade intelectual.

b) Produto da mente.

c) Atividades racionais e abstrações da mente.

d) O pensamento é refletido pela linguagem.

e) É o pensamento que determina a linguagem.

f) É no pensamento que se formam os juízos, os conceitos e os raciocínios.

g) Há vários tipos de pensamentos: críticos, sistêmicos, dedutivos, indutivos, analíticos, fantasiosos, fantásticos, lerdos, ágeis, contraditórios, idiotas, loucos.

Hegel: inventou a ciência do pensar. A lógica. Esta consiste no momento em que o pensar considera o especulativo, o abstrato, o intelectual e o dialético para chegar ao desenvolvimento de um conceito próprio (do indivíduo). Notem que o abstrato pode conter o fantasioso e o fantástico, bem como o algébrico (nota do autor).

Ariete: deu uma cacetada na lógica aristotélica. Vejamos antes o que diz a lógica aristotélica: “Se todas as formigas são elefantes e o meu dinossauro é uma formiga, então o meu dinossauro é uma formiga”. Qual seja, mesmo que as afirmações não sejam verdadeiras, a conclusão deste tipo de raciocínio se torna verdadeira. Ariete prefere considerar que a nossa lógica é paleológica, quer dizer: é a da nossa natureza humana, formada no ser humano desde a sua evolução e que já ocorre no pensamento infantil.

Lembro aos que ainda gostam de Aristóteles que ele achava que o cérebro apenas acalmava o coração, pois achava que o pensamento estava no coração. Foi Hipócrates que mostrou que o pensamento era formado no cérebro (nota minha, Daniel).

Matemáticos: acreditam que o pensamento algébrico é composto pelas seguintes características: estabelecer relações, modelar, generalizar, operar com o desconhecido e construir significado.

Lichtenberg: eu penso, eu existo, não são formas corretas de pensar. É preciso dizer: isto pensa em mim; isto sente em mim. O peso dos argumentos não depende de nossa vontade, forma um juízo em nós.

Chomsky e Liebniz: defendem que os princípios racionais são inatos.

Liebniz inventou o cálculo infinitesimal. Sem ele as matemáticas não conseguiriam produzir os computadores, as naves espaciais e tantas outras coisas. Ele imaginava que Deus tivesse feito um Universo infinito, composto por partículas infinitas, chamadas de mônadas. A partir daí inventou o cálculo.

Os poetas: veem o que os olhos nos mostram, uma realidade, a da terra plana, mas a imaginação poética caminha em sentido contrário e a poesia revela que a terra gira e é redonda.

O dia morria... Eu estava perto dos mares, na praia.

E segurava pela mão minha filha, criança que sonha,

Espírito jovem que se cala.

A terra, inclinando-se como um navio que naufraga,

Virando no espaço, ia mergulhando nas sombras...

A pálida noite despontava. Victor Hugo – Contemplações.

CONCLUSÃO
Não tenho. O que é mente? O que é o cérebro (sabemos pouco)?

Minha percepção é que minha mente trabalha independente da minha vontade. É como se a vontade fosse um produto sobre a qual não tenho domínio. Por outro lado, sou movido pela vontade, que é fruto de desejos. Onde estão os desejos? Como nascem? Também não sei.

Sei que os nenéns riem. A única conclusão que posso extrair disto é que já nascem sabendo. Logo, nasci sabendo pensar. O resto, o desenvolvimento, foi consequência do meio onde vivi e das oportunidades.

Mas e a alma?

É outra conversa...

* o autor é especialista em marketing
.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

O circo de ontem torna mais cruenta batalha de amanhã no Senado

Fernando Brito *

Só alguém muito ingênuo pode achar que foi Ônyx Lorenzoni quem transformou um inexpressivo senador – alguém lembra de ter ouvido o nome de Davi Alcolumbre até o final do ano, quando começou-se a falar, como coadjuvante, de sua candidatura? – em Presidente do Senado e do Congresso Nacional.

A vitória de ontem foi, é claro, de Jair Bolsonaro, que alargou os cordões à bolsa de promessas de cargos e influências para que Ônyx, senão as concretizasse, pelo menos sacudisse à frente dos senadores, especialmente dos chamados “novos”, que chegam ao Senado com apetites de vereadores, como aliás o próprio Alcolumbre foi.

Mas foi, também, a declaração de uma guerra que não se encerrou na ridícula batalha circense de sexta-feira e de ontem, e que se projeta para o enfrentamento da reforma previdenciária, que é, como se sabe, o que se exige do ex-capitão como condição sine qua non para o prosseguimento de seu governo.

Os 42 votos podem ter sido um a mais para eleger o presidente do Senado, mas são 12 a menos do que os 54 necessários para aprovar reformas constitucionais.

É evidente que, para além do PT, PDT e PSB, alijados do processo de repartição do poder no Senado haverá resistências dos que não cederam às pressões governistas na Casa, que não serão fáceis nem baratas de dobrar.

Some-se ainda a isso o fato de que -se não fosse já pela falta de cavalheiros – qualquer tipo de acordo de cavalheiros destinado a blindar o “primeiro filho” Flávio, a esta altura, está sepultado. Está evidente que, dentro do Senado, as peripécias do “garoto” passarão a ser a ferida sobre a qual se porá o dedo impiedoso da oposição a Bolsonaro.

* o autor é jornalista, editor do blog “Tijolaço”.

http://www.tijolaco.net/blog/o-circo-de-ontem-torna-mais-cruenta-batalha-de-amanha-no-senado/

.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Vende-se o Brasil

Richard Jakubaszko  
Pintura em muro brasileiro chegou lá em Portugal, em foto enviada pelo amigo lusitano Luiz Amorim, que acompanha o blog tomando um vinho verde lá de trás os montes. Nossa fama de privatizadores já chegou à ultramarina lusitana.
A verdade é que o Brasil está muito barato. E fazem piadas de nós brasileiros lá em Portugal...

.

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Trapézio dos regimes alimentares

Richard Jakubaszko   
Infográfico encaminhado pela doutora das letras lá de casa, Daniela Jakubaszko, que gostou muito da lógica logarítmica do trapézio, confiram:
 



.