sábado, 19 de abril de 2014

Filho de Lula ri de histórias sobre fazendas e Friboi


por Gilberto Nascimento

Fábio Luís, acusado de ser dono de grandes áreas de terra e supostas mansões e aviões, quer punição aos boateiros.
Uma das áreas mostradas em foto
na internet é, na verdade, a 
Escola Superior de
Agricultura Luiz de Queiroz
(Esalq), de Piracicaba-SP.
Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Lula, foi alvo de piadas e brincadeiras de blogueiros presentes à entrevista com o seu pai na terça-feira, 15 de abril, em São Paulo. Ele foi questionado por não estar, naquele momento, cuidando de suas fazendas ou administrando os negócios da Friboi. Lulinha riu. O filho do ex-presidente é alvo de boatos na internet de que seria dono de grandes áreas de terra e supostas mansões e aviões, além de empresas. Uma das áreas mostradas é, na verdade, o prédio da sede da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), de Piracicaba-SP.

Agora, ele até trata a questão com bom humor. Mas Lulinha, que acompanhou a entrevista com o pai no Instituto Lula, pediu a abertura de um inquérito no 78º. DP, na capital paulista, para a identificação dos responsáveis por esses comentários.

Seis internautas já foram chamados a depor. Apenas um, Daniel Graziano, ainda não compareceu. Daniel é gerente administrativo e financeiro do Instituto Fernando Henrique Cardoso (iFHC), ligado ao ex-presidente tucano. É filho de Xico Graziano, coordenador da área de internet do pré-candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves. Procurado no iFHC, ele não retornou. Os outros intimados - Roger Lapan, Adrito Dutra Maciel, Silvio Neves, Paulo Cesar Andrade Prado e Sueli Vicente Ortega - disseram acreditar que os comentários sobre compra de fazendas e aviões fossem verdadeiros e não teriam “pensado na hora de fazer as postagens”. O advogado de Lulinha, Cristiano Zanin Martins, diz aguardar o resultado das investigações para definir se entrará ou não com processo contra as pessoas que “macularam a imagem” de seu cliente.

Filho pop
Lulinha mora no Paraíso, na capital paulista, numa área de classe média. No seu prédio, nenhum morador conversa com ele. Por outro lado, diz ser abordado o tempo todo pelos porteiros, faxineiros, garçons e frentistas que querem bater papo e perguntar sobre seu pai.

COMENTÁRIOS DO BLOGUEIRO:
Não sei quais as verdades nessa história toda.
Nos últimos meses recebi dezenas desses e-mails com o prédio da Esalq estampado e afirmando ser a sede da milionária fazenda do Lulinha. Esses e-mails vieram de amigos e conhecidos.
Isso é um fato. Respondi aos primeiros que chegaram, apontando a mentira, mas nenhum, que me lembre, reconheceu o erro de estar "repercutindo" mensagens mentirosas. Faz parte da cultura brasileira...

Se houve, de outro lado, denúncia do Lulinha e seu advogado, em queixa-crime na 78ª Delegacia de Polícia, e se são os nomes citados acima os apontados como suspeitos e responsáveis pela mentira espalhada na blogosfera é outra história. Se há um inquérito rolando também é outra coisa, não conferi, apenas registro a mentira da Esalq, essa eu sei que é mentira.
.

2 comentários:

  1. Muito bom Richard...
    essa da Esalq é ótima....
    abs feliz pós páscoa...
    Tejon

    ResponderExcluir
  2. Roney Honda Margutti22 de abril de 2014 17:48

    Olá Richard,
    Bom, o seu blog já está em meus favoritos !
    Continue escrevendo, pois somente com vozes como
    a sua, crítica e instigante, podem fazer alguns a
    pensarem um pouco sobre o que acontece ao
    nosso redor. MUITO Obrigado por me avisar
    sobre o assunto, estarei sempre navegando por lá.
    Grande Abraço,
    Roney Honda Margutti

    Resposta do blogueiro:
    Obrigado, Roney!
    Richard

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.