sábado, 9 de agosto de 2008

100 anos de ABI - Associação Brasileira de Imprensa

Richard Jakubaszko

Muito boa a campanha dos 100 anos da ABI (Associação Brasileira de Imprensa).

A vírgula pode ser uma pausa... ou não.  
Não, espere. 
Não espere.  
Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.  
2,34.  
Pode ser autoritária.  
Aceito, obrigado.  
Aceito obrigado.  
Pode criar heróis. 
Isso só, ele resolve. 
Isso só ele resolve. 
E vilões.  
Esse, juiz, é corrupto. 
Esse juiz é corrupto.  
Ela pode ser a solução.  
Vamos perder, nada foi resolvido. 
Vamos perder nada, foi resolvido.  
A vírgula muda uma opinião.  
Não queremos saber. Não, queremos saber. 
Uma vírgula muda tudo.  

ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.  
Enviado por Fernanda Branquinho. Obrigado, Fernanda!  
Ou seria: obrigado Fernanda. Mudou alguma coisa, dona vírgula?

6 comentários:

  1. Caro Richard,


    Nem todo alfabetizado sabe interpretar. Isto significa que com vírgula ou sem, a observação correta procederá sobre o crivo do falso letrado?

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Marco Antônio Leite, não tenha nenhuma dúvida. Se analfabeto não dá pra ler, se semi-alfabetizado pode titubear na interpretação, se alfabetizado, de verdade, tem de interpretar ao pé da letra... ou seria um falso letrado...

    ResponderExcluir
  3. Caro Richard,

    Do jeito que esta o ensino no Brasil duvido que um letrado saiba interpretar uma vírgula, quanto mais àquilo que a burguesia determina no cotidiano. Abs.

    ResponderExcluir
  4. Olha aí um bom exercício:
    onde vc colocaria a vírgula que mudaria totalmente o sentido da frase?
    "SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA".

    Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER. Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM.

    ResponderExcluir
  5. Marco Antônio Leite15 de setembro de 2008 11:46

    A mulher tem muitos valores bons, como também maus, mas vamos ficar nos bons, para resumir um é ser mãe conforme ditames naturais a outra é agüentar o mala sem alça que tem que suportar por muito tempo. Onde colocamos a vírgula nessa questão, é só raciocinar corretamente.
    Abraços, Marco Antônio Leite

    ResponderExcluir
  6. Amei o texto. Sou encantada com as vírgulas e seu "poder" de modificar frases.
    Quando li pela primeira vez, um grande amigo me mostrou. Saudades daqueles dias.

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.