sábado, 12 de abril de 2014

A confissão da ilegalidade pelo presidente do STF

Richard Jakubaszko
Mais um acalorado debate entre ministros do STF, neste caso entre Barroso e Joaquim Barbosa. Novamente Barbosa extrapola sua função como presidente, põe o chapéu de relator e tenta obstruir argumentos, chega a desqualificar ("não sejamos hipócritas!") outro ministro. No vídeo abaixo temos a confissão de uma ilegalidade por parte do presidente do STF, Joaquim Barbosa (ele afirma: "foi isso mesmo!"), e ninguém faz nada?
O STF brasileiro espanta a inteligência jurídica internacional, pois não permite espaço para recorrer de suas sentenças, que são definitivas; mais ainda, no STF um ministro que é o relator (acusação) de um processo, vota como ministro, julga, condena, e ainda se dá o direito, como presidente supremo, de orientar o juiz da Vara de Execuções Penais (VEP). Se o juiz da VEP não cumprir a "orientação", o ministro troca o juiz, coloca um amigo subalterno e põe o desafeto para julgar pequenas causas...
O STF vai "pagar um mico", com a recomendação da corte da OEA, de rever o julgamento, para dar direito amplo de defesa aos condenados da AP 470?
Veremos...
Por enquanto, impeachment nele! 
http://terratv.terra.com.br/trs/video/7336925

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.