terça-feira, 27 de março de 2018

Inteligência artificial?

Richard Jakubaszko 
Difícil imaginar como será no futuro a nossa vida como cidadãos diante da inteligência artificial que as empresas e órgãos públicos nos colocam diante de qualquer solicitação. Se hoje está difícil e complicado, imagine dentro de algum tempo impreciso aí logo a frente. Acho que deve piorar...

Hoje pela manhã fiz uma compra, na hora de pagar dei o cartão de crédito, digitei a senha, e veio o aviso "não autorizado". Repetimos a operação. Veio a mesma negativa. Desisti, paguei com cartão de débito e fui embora. Minutos depois veio aviso pelo WhatsApp, para ligar para Central do Bradesco. Liguei, me disseram que faz 19 dias que sou devedor de R$ 7,90 do American Express, por isso a "não autorização". Tudo bem, argumentei, mas não recebi a fatura, porque os correios estavam em greve agora em março, e deixei para pagar no próximo vencimento, até porque tive nos dias seguintes algumas despesas dezenas de vezes superior a esse valor, que estarão no próximo venctº; "é, mas o sistema trava", disse o atendente. Tentei pagar no internet banking, mas o sistema não aceita, porque é título vencido... Ora, ora, que sistema inteligente...

Outro fato, deveras ilustrativo: pedi renovação do passaporte pela internet, depois de ler as instruções no site da Polícia Federal. O sistema não pode ser chamado exatamente de amigável, mas enfrentei com galhardia, coragem e bom humor o preenchimento de todos os burocráticos detalhes, clicando depois em "próximo".

Mas o sistema resolveu tirar um sarro comigo, pois sempre que eu clicava em "finalizar", havia a informação de que faltavam data de nascimento, número do telefone e CPF. Eu voltava às páginas anteriores e os espaços antes preenchidos estavam vazios. A cena repetiu-se várias vezes. Numa das vezes deu certo, e pedi o agendamento, mas para pedir o agendamento precisa da GRU (Guia de Recolhimento), então pedi a emissão da GRU, que o sistema negou, tinha de preencher o número do protocolo, além do CPF. Mas o sistema não forneceu o número do protocolo... Sem protocolo não tem GRU, e sem GRU não agenda nada. Meu pedido é inválido, vou ficar sem passaporte, porque o sistema não gosta de mim, óh, que vida ingrata e malvada...

Quando as dificuldades que a inteligência artificial nos impõe chegam a esse ponto, é melhor desligar tudo, e tentar de outra maneira, mais adiante, em outro computador. Temo que venha a precisar ligar para a Polícia Federal e enfrentar uma inteligência artificial que me diga, digite 1 para isso, ou 2 para aquilo, ou 3 para aquele outro, até 9, para então ficar sabendo que não são nenhuma dessas opções que estou precisando...

Se passar por isso fique calmo, porque a adrenalina é sua... Inteligência artificial não pensa!
.

2 comentários:

  1. Richard,
    Ao ler seu artigo nao pude deixar de lembrar das minhas experiencias com o Banco do Brasil... que continua ganhando destaque em varios sites de reclamacao sobre atendimento seja no Brasil ou no exterior...
    SDS
    Gerson

    ResponderExcluir
  2. Richard
    vale tambem mencionar um anuncio recente do Presidente Macron da Franca que prometeu US$1.5bi de investimento em pesquisa em inteligencia artificial para "modernizar" a Franca. "Money talks, bullshit walks".
    Gerson
    ===
    Rise Of Les Machines: France's Macron Pledges $1.5 Billion To Boost AI
    -->https://www.forbes.com/sites/parmyolson/2018/03/29/frances-macron-billion-data-sharing-ai/
    Parmy Olson Mar 29, 2018

    "Pres. Macron announced Thursday that his government would spend $1.5 billion on a number of initiatives to boost AI research in France, part of an effort to help the country plug a talent and research gap that exists between Europe, and both the U.S. and China.

    The money will be spent on “scientific laboratories,” research projects and funding for startups and companies in France that are working in AI."

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.