segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Sintropia? Pois parece ser a solução da agricultura.



Richard Jakubaszko 

Recebi o fantástico vídeo abaixo, enviado pelo amigo Odo Primavesi. Mostra que é possível fazer agricultura junto à floresta, ou em áreas onde reservas naturais convivem com biodiversidade e com a produção agrícola com rentabilidade. Chama-se sintropia.

Sintropia é um conceito da física que significa a tendência de um sistema de buscar equilíbrio e organização, como na natureza, de modo a manter sua energia, preservando sua existência. O vídeo dá outras explicações.

Será o sonho a ser conquistado da sustentabilidade?

Sou cético, como todos sabem, sobre o aquecimento do planeta e das propaladas mudanças climáticas.

Mas sou ambientalista, e por conhecer agricultura há mais de 50 anos, vejo que é possível construirmos um futuro sem degradar. Evidentemente que a Sintropia (aplicada pelo agricultor-ecologista Ernst Gotsch - Fazenda da Toca -, um pesquisador dedicado full time à sua causa), deve ter muitos segredos, além de muita dedicação, mas o principal de tudo é aprender com a natureza.

Difícil será convencer as pessoas, agrônomos e agricultores, de que podem estar fazendo errado, e de que há outros modelos melhores a serem perseguidos e aperfeiçoados.

Quando Ernst Gotsch der respostas aos agricultores de grãos, especialmente, sobre como fazer rotação de culturas, e não sucessão como se faz hoje em dia na nossa agricultura tropical, dará o primeiro e mais importante passo. O segundo, será quando responder à ansiedade do agricultor pelo retorno rápido do dinheiro investido, afinal esse produtor está no ramo de ganhar dinheiro fazendo agricultura. Aí, sim, a sintropia entrará em nossa vida e na agricultura.

O vídeo abaixo foi exibido na COP21, em Paris, em dezembro de 2016.
.

6 comentários:

  1. Meu caro Jakubaszko, tenho me deleitado com os seus artigos, comentários, gozações e que tais em temas que alguns insistem em demonizar e mistificar. Tenho aprendido muito, sorridente aprendendo. Obrigado, camarada!

    ResponderExcluir
  2. Até me arrepiei com tamanha "bravura" pelo trabalho dessa gente, especialmente do senhor Ernst.

    Jefferson Luiz (Engenheiro Agrônomo - Recém-formado)

    ResponderExcluir
  3. Richard veja tambem os videos abaixo
    SDS
    Gerson
    ===
    ===
    --https://www.youtube.com/watch?v=kIOAi9pxf_k
    Farming Remediation: Citrus Greening and Beyond
    Published on Jan 2, 2016
    http://www.evironotics.com
    http://www.presidentwater.com
    ==
    --https://www.youtube.com/watch?v=bIAtnyT7tCw
    Plausible Causes of (and Solutions to) Citrus Greening Disease That No One is Talking About
    Published on Oct 29, 2015
    President Water
    http://www.presidentwater.com
    ===

    ResponderExcluir
  4. MariaElisa Almeida22 de junho de 2016 20:42

    Olá! Me parece que essa idéia tem muito a ver com o conceito modernista de moradias e urbanização. Bairros mistos, planejados para receber a diversidade humana no que se refere a raças, condições sociais e atividades. Ilhas são criadouros de doenças genéticas, e me refiro a qualquer tipo de ilha. Veja que é uma opinião a ser desenvolvida em todas as direções, para testá-la e validá-la como correta ou incorreta. Meu nome é MariaElisa Almeida, sou arquiteta e urbanista e tenho fascinação pela vida.

    ResponderExcluir
  5. Excelente! A sintropia aliada às idéias e filosofia de vida de Buckminster é sem dúvida o caminho a seguir para salvação do planeta, da humanidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm acho Beatriz e claro que pra isso acontecer as pessoas precisam se conscientizar .

      Excluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.