terça-feira, 1 de março de 2011

Inesquecíveis canções IV - "Pai, afasta de mim esse cálice".

Richard Jakubaszko 
Pai, afasta de mim esse cálice!
Não apenas uma canção, que marcou de forma inesquecível os tempos da ditadura. Foi um hino, uma esperança de que não teríamos de beber a bebida amarga, pois melhor seria ser filho da outra, e era difícil acordar calado, o silêncio atordoava, desejávamos afastar de nós o cálice de vinho tinto de sangue...
Só quem viveu pra saber o que foi, a palavra presa na garganta...
A conexão com as palavras de Cristo no Jardim Gethsêmani foi uma tentativa de burlar a censura, mas não funcionou.
Um brinde eterno à genialidade de Chico Buarque e Gilberto Gil.
Maria Bethânia

Chico e Milton - gravação de 1978, após 5 anos de proibição

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.