quinta-feira, 12 de abril de 2012

NASA balança com a rebelião climática

Maurício Porto
NASA balança com a "Rebelião Climática"
O PSICOPATA JAMES HANSEN
PELO VISTO SUBIU NO TELHADO
Por Dr. Benny Peiser (Global Warming Policy Foundation)
11 de abril de 2012
(Tradução: Maurício Porto)

Com um tapa sem precedentes no apoio da NASA, a ciência do aquecimento global, cerca de 50 ex-astronautas e cientistas, incluindo o ex-chefe do Johnson Space Center - reivindicam que a agência está no lado errado da ciência e deve mudar de curso ou irá arruinar a reputação da maior agência espacial do mundo. Declarações desafiadoras da NASA de que o homem está causando a mudança climática, os ex-executivos da NASA pediram em uma carta ao administrador Charles Bolden que ele e a agência "se abstenham de incluir observações não comprovados" apoiando o aquecimento global na mídia. A carta foi assinada por sete astronautas da Apollo, um vice-administrador associado, vários cientistas, e até mesmo o vice-diretor do programa do ônibus espacial. - The Examiner Washington, 10 abr 2012

Na sua carta, o grupo disse que em milhares de anos, os dados desafiam as modernas alegações de que as emissões de dióxido de carbono está causando a mudança climática. "Com centenas de cientistas bem conhecidos do clima, e dezenas de milhares de outros cientistas a declarar publicamente sua descrença nas previsões catastróficas, vindas especialmente do líder (James Hansen) do GISS (Goddard Institute for Space Studies) da (NASA), é claro que a ciência Não está resolvida", eles escreveram. - The Examiner Washington, 10 abr 2012

Nós, abaixo assinados, respeitosamente pedimos que a NASA e o Instituto Goddard para Estudos Espaciais (GISS) evitem a inclusão de observações não comprovadas em pronunciamentos públicos e websites. Acreditamos que as reivindicações feitas pela NASA e do GISS, de que o dióxido de carbono produzido pela ação humana tem tido um impacto catastrófico sobre as mudanças climáticas globais não são fundamentadas, especialmente quando se considera milhares de anos de dados empíricos. A defesa desenfreada de CO2, sendo a principal causa da mudança climática é imprópria da história da NASA de fazer uma avaliação objetiva de todos os dados científicos disponíveis antes de tomar decisões ou declarações públicas. Como ex-funcionários da Nasa, sentimos que a defesa da NASA de uma posição extrema, antes de um estudo aprofundado do impacto possível dos condutores naturais do clima não é apropriado. Nós pedimos que se abstenham de incluir observações da NASA não comprovadas e sem suporte em seus futuros pronunciamentos e sites sobre o assunto. Em risco é o dano à reputação exemplar da NASA, os cientistas atuais ou antigos da NASA e funcionários, e até mesmo a reputação da própria ciência. - Carta ao administrador da Nasa, Charles Bolden, Jr.

A segunda pessoa a pisar na Lua, disse que a criação de habitação na superfície do planeta vermelho era um "objetivo maravilhoso" para a humanidade. Mas ao tentar espalhar a palavra sobre as possibilidades de espaço, o Dr. Buzz Aldrin disse que era cético em relação a teorias da mudança climática. "Acho que o clima vem mudando há bilhões de anos", disse ele. "Se ele está aquecendo agora, pode refrescar-se mais tarde. Eu não sou a favor de apenas tomar a curto prazo situações isoladas e esgotando os nossos recursos para manter o clima do jeito que é hoje." Eu não sou necessariamente da escola que estamos fazendo tudo isso, eu acho que o mundo está causando isso. "- Richard Alleyne, The Daily Telegraph, 03 de julho de 2009

Como geólogo, eu amo observações da Terra. Mas isso é ridículo para amarrar este objetivo a um "consenso" de que os humanos estão causando o aquecimento global, quando a experiência humana, dados geológicos e história, e da refrigeração atual pode argumentar o contrário. "Consenso", como muitos já disseram, apenas representa a ausência de ciência definitiva. Você sabe tão bem quanto eu, o "susto do aquecimento global" está sendo usada como uma ferramenta política para aumentar o controle do governo sobre vidas americanas, rendas e tomada de decisões. - Moonwalker Harrison Schmitt, 14 Novembro 2008

Uma das estratégias que os alarmistas do clima agora usam em sua tentativa de ganhar aceitação para uma hipótese não comprovada é semântica. Eles usurparam um termo que tem sido utilizado e aceito por todos durante milênios: "Mudança climática". Sim, o clima foi mudando para sempre, às vezes para cima e para baixo algumas vezes, e a vida em nosso planeta se adapta a essas mudanças há bilhões de anos, com graus variados de sucesso. Os interessados ​​na verdade, sobre se o homem causa o aquecimento global, não devem apenas aceitar as opiniões dos outros (inclusive a minha), devem olhar para os dados históricos próprios. Podemos ajustar ao clima como ele muda, como sempre fizemos, ou podemos ajustar depois de desperdiçar bilhões - não, trilhões - de dólares em uma tentativa desesperada de controlar a temperatura da Terra. - Walter Cunningham, astronauta, Apolo VII, Houston Chronicle, 20 de julho de 2011

Fonte: Climate Change Dispatch
Publicado no Terrorismo Climático: http://terrorismoclimatico.blogspot.com.br/2012/04/0215-nasa-balanca-com-rebeliao.html

NOTA DO BLOGUEIRO:
Recebo e-mail do Dr. Fernando Penteado Cardoso (sempre ele!), em que me alerta a falta da carta enviada ao chefão da NASA, que, aliás, ele (Dr. Cardoso) já havia me enviado ontem, porém em inglês. Então, abaixo vai a carta, agora traduzida em caráter colaborativo, e alegria juvenil, pelo Dr Cardoso, que em seu e-mail me relatou: "Estou completando a informação com a tradução da contundente carta dos que não se conformam em serem “politicamente corretos”. Faz-me lembrar do Presidente que se referiu a “aquilo roxo” bem como da definição na Texas A&M que menciona “segurar uma bosta roliça pela extremidade limpa”.
Abç
FC

28 de Março de 2012
Ao Ilustríssimo Charles Bolden, Jr.
Administrador da NASA
Escritório Central da NASA
Washington, D.C. 20546-0001

Prezado Charlie,
Nós, abaixo assinados, respeitosamente requeremos que a NASA e o Instituto Goddard para Estudos Espaciais (GISS) se abstenham de incluir afirmativas não comprovadas em suas divulgações públicas e através de sites na web.
 
Nós acreditamos que carecem de substância as assertivas atribuídas à NASA e ao GISS de que o dióxido de carbono antrópico esteja causando um impacto catastrófico na mudança climática global, especialmente quando se consideram dados empíricos de milhares de anos.

Com centenas de reconhecidos cientistas em climatologia  e com dezenas de milhares de outros cientistas declarando sua descrença nas previsões catastróficas, originadas particularmente da liderança do GISS, fica claro que a ciência ainda não chegou a uma conclusão.

Na qualidade de ex-funcionários da NASA, nós sentimos que é imprópria a defesa pela NASA de uma posição extremada, antes de um estudo aprofundado dos fatores de um possível impacto esmagador sobre o clima natural.  

A defesa desenfreada do CO2 ser a causa principal da mudança climática é incompatível com a tradição da NASA de realizar uma avaliação objetiva de todos os dados científicos antes de tomar decisões ou de fazer declarações públicas.

Está em risco serem prejudicados a reputação da NASA ser exemplar, os cientistas atuais ou do passado e os funcionários, e até mesmo a reputação da própria ciência.

Nós requeremos que a NASA evite incluir afirmativas não provadas e sem base sobre esse assunto, em suas futuras divulgações à imprensa e através de sites da web.

A título de informação adicional sobre a ciência objeto de nossa preocupação, recomendamos que você faça contato com Harrison Schmitt ou Walter Cunningham, além de outros que eles venham a lhe recomendar.

Muito obrigado por levar em consideração este requerimento.
Sinceramente,
(Assinaturas em anexo)


CC: Mr. John Grunsfeld, Associate Administrator for Science
CC: Ass Mr. Chris Scolese, Director, Goddard Space Flight Center
Ref: Letter to NASA Administrator Charles Bolden, dated 3-26-12, regarding a request for NASA to refrain from making unsubstantiated claims that human produced CO2 is having a catastrophic impact on climate change.

/s/ Jack Barneburg, Jack – JSC, Space Shuttle Structures, Engineering Directorate, 34 years
/s/ Larry Bell – JSC, Mgr. Crew Systems Div., Engineering Directorate, 32 years
/s/ Dr. Donald Bogard – JSC, Principal Investigator, Science Directorate, 41 years
/s/ Jerry C. Bostick – JSC, Principal Investigator, Science Directorate, 23 years
/s/ Dr. Phillip K. Chapman – JSC, Scientist – astronaut, 5 years
/s/ Michael F. Collins, JSC, Chief, Flight Design and Dynamics Division, MOD, 41 years
/s/ Dr. Kenneth Cox – JSC, Chief Flight Dynamics Div., Engr. Directorate, 40 years
/s/ Walter Cunningham – JSC, Astronaut, Apollo 7, 8 years
/s/ Dr. Donald M. Curry – JSC, Mgr. Shuttle Leading Edge, Thermal Protection Sys., Engr. Dir., 44 years
/s/ Leroy Day – Hdq. Deputy Director, Space Shuttle Program, 19 years
/s/ Dr. Henry P. Decell, Jr. – JSC, Chief, Theory & Analysis Office, 5 years
/s/Charles F. Deiterich – JSC, Mgr., Flight Operations Integration, MOD, 30 years
/s/ Dr. Harold Doiron – JSC, Chairman, Shuttle Pogo Prevention Panel, 16 years
/s/ Charles Duke – JSC, Astronaut, Apollo 16, 10 years
/s/ Anita Gale
/s/ Grace Germany – JSC, Program Analyst, 35 years
/s/ Ed Gibson – JSC, Astronaut Skylab 4, 14 years
/s/ Richard Gordon – JSC, Astronaut, Gemini Xi, Apollo 12, 9 years
/s/ Gerald C. Griffin – JSC, Apollo Flight Director, and Director of Johnson Space Center, 22 years
/s/ Thomas M. Grubbs – JSC, Chief, Aircraft Maintenance and Engineering Branch, 31 years
/s/ Thomas J. Harmon
/s/ David W. Heath – JSC, Reentry Specialist, MOD, 30 years
/s/ Miguel A. Hernandez, Jr. – JSC, Flight crew training and operations, 3 years
/s/ James R. Roundtree – JSC Branch Chief, 26 years
/s/ Enoch Jones – JSC, Mgr. SE&I, Shuttle Program Office, 26 years
/s/ Dr. Joseph Kerwin – JSC, Astronaut, Skylab 2, Director of Space and Life Sciences, 22 years
/s/ Jack Knight – JSC, Chief, Advanced Operations and Development Division, MOD, 40 years
/s/ Dr. Christopher C. Kraft – JSC, Apollo Flight Director and Director of Johnson Space Center, 24 years
/s/ Paul C. Kramer – JSC, Ass.t for Planning Aeroscience and Flight Mechanics Div., Egr. Dir., 34 years
/s/ Alex (Skip) Larsen
/s/ Dr. Lubert Leger – JSC, Ass’t. Chief Materials Division, Engr. Directorate, 30 years
/s/ Dr. Humbolt C. Mandell – JSC, Mgr. Shuttle Program Control and Advance Programs, 40 years
/s/ Donald K. McCutchen – JSC, Project Engineer – Space Shuttle and ISS Program Offices, 33 years
/s/ Thomas L. (Tom) Moser – Hdq. Dep. Assoc. Admin. & Director, Space Station Program, 28 years
/s/ Dr. George Mueller – Hdq., Assoc. Adm., Office of Space Flight, 6 years
/s/ Tom Ohesorge
/s/ James Peacock – JSC, Apollo and Shuttle Program Office, 21 years
/s/ Richard McFarland – JSC, Mgr. Motion Simulators, 28 years
/s/ Joseph E. Rogers – JSC, Chief, Structures and Dynamics Branch, Engr. Directorate,40 years
/s/ Bernard J. Rosenbaum – JSC, Chief Engineer, Propulsion and Power Division, Engr. Dir., 48 years
/s/ Dr. Harrison (Jack) Schmitt – JSC, Astronaut Apollo 17, 10 years
/s/ Gerard C. Shows – JSC, Asst. Manager, Quality Assurance, 30 years
/s/ Kenneth Suit – JSC, Ass’t Mgr., Systems Integration, Space Shuttle, 37 years
/s/ Robert F. Thompson – JSC, Program Manager, Space Shuttle, 44 years/s/ Frank Van Renesselaer – Hdq., Mgr. Shuttle Solid Rocket Boosters, 15 years
/s/ Dr. James Visentine – JSC Materials Branch, Engineering Directorate, 30 years
/s/ Manfred (Dutch) von Ehrenfried – JSC, Flight Controller; Mercury, Gemini & Apollo, MOD, 10 years
/s/ George Weisskopf – JSC, Avionics Systems Division, Engineering Dir., 40 years
/s/ Al Worden – JSC, Astronaut, Apollo 15, 9 years
/s/ Thomas (Tom) Wysmuller – JSC, Meteorologist, 5 years

Read more:
http://www.businessinsider.com/nasa-scientists-dispute-climate-change-2012-4#ixzz1rjz4tnRx
_

2 comentários:

  1. Richard,
    Os signatários, ex-funcionários da NASA, parecem incluir 23 administradores, 7-8 astronautas engenheiros, 5 técnicos, cientistas e 4 matemáticos (nenhum deles têm a menor relação com a ciência do clima).

    Entre os signatários e seus 1.000 anos de experiência profissional combinada, incluem-se um total de zero horas de experiência de pesquisa do clima, e zero publicacoes cientificas sobre clima.

    Mais de 18.000 pessoas trabalham atualmente para a NASA. Mesmo sem considerar o conjunto de funcionários aposentados da NASA (todos os signatários desta lista são ex-funcionários e nao ligados ao estudo do clima), representam uma pequena fração de um por cento do conjunto de pessoas.

    Mas por que exatamente essa carta é tratada como notícia principal na midia internacional sendo que nao tem um pingo de argumento cientifico? Se quiserem que suas opiniões sejam levadas a sério, os ceticos devem se engajar na ciência real dentro do sistema de revisão por pares que funciona para cada campo científico, não por meio de cartas cheias de retórica vazia, virando rotina para consumo da midia burra (pegando emprestado as suas proprias palavras), independentemente de quantos aposentados inexperientes assiná-la...

    A realidade e' que nenhum cientista pode provar ou desprovar um lado ou o outro dada a complexidade e dinamica dos sistemas, mas se ha' sensibilidade para CO2 e estamos em um sistema de ambiente planetario fechado qualquer crianca pode dizer o que pode acontecer...

    Para mais referencias vejam os links que postei em http://richardjakubaszko.blogspot.co.uk/2011/12/sos-aos-cientistas-pesquisadores.html

    Gerson Machado
    "Science is the belief in the ignorance of the experts" – Richard Feynman

    ResponderExcluir
  2. Gerson,
    publiquei a carta, porque são de pessoas notáveis, mesmo sendo ex-funcionários da NASA, pq há alguns cientistas nessa lista, pq a mídia não repercutiu, e pq é um grupo respeitável de cidadãos que se manifesta no aspecto político da questão em que a NASA se envolve, e onde não cabia debater a ciência "incerta" do IPCC, conforme vc mesmo admite. Tudo isso para evitar a proliferação do "pensamento único" na questão ambiental, essa piada falaciosa do aquecimento, ou, a "unanimidade burra", conforme já expressei em outras ocasiões.

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.