quarta-feira, 31 de agosto de 2016

O REI ESTÁ NU

Richard Jakubaszko
Como revelado na fábula, o rei está nu. E não se importa com isso.

Canalha! Canalha! Canalha! Falou em plenário da Câmara o então deputado federal Tancredo Neves em 1964. E o senador Roberto Requião lembrou as mesmas palavras ao plenário do atual Senado Federal, e nele estava o neto de Tancredo. Não ficou incomodado, fez que não era com ele também.

O Brasil da história contemporânea teve apenas 5 presidentes, os outros foram depostos por circunstâncias, inclusive golpes.

Nos 126 anos de República, o Brasil teve 36 governantes, mas apenas um terço deles (12) foi eleito democraticamente, além de encerrar o seu mandato, entregando a faixa presidencial. De 1926 até hoje, os últimos 90 anos, portanto, a conta é ainda mais perversa para a democracia: tivemos 25 presidentes, e apenas 5 foram eleitos pelo voto do povo em voto direto, e permaneceram na presidência até o fim: Eurico Gaspar Dutra, Juscelino Kubitschek, FHC, Lula e Dilma (1º mandato).

Uma vergonha nacional.
Uma história de golpes militares, onde teve suicídio, renúncias forçadas, ou de golpes da elite, apoiados por interesses estrangeiros, como agora, e sempre com apoio midiático, enganando o povo brasileiro.
Definitivamente, o rei está nu.

Se o próprio TCU admite que não houve pedaladas, o que foi que o Senado julgou? Pois foi o Plano Safra, com equalização do Tesouro Federal? Ora, a equalização sempre houve, em todos os governos, em todas as safras. É assunto da alçada do Banco Central, e do Conselho Monetário Nacional. Trata-se da diferença entre o juro subsidiado ao agricultor e o valor da Taxa Selic, coberto pelo Tesouro, não para o agricultor, mas para os bancos.

Pelo visto, definitivamente, acabou o crédito rural subsidiado. Qual será o doido a assinar o próximo? Vão ter de mudar a norma do crédito rural...
Independentemente disso, ouçam Requião no vídeo abaixo, além de falar boas verdades o senador do PMDB/PR ainda leu a Carta de Getúlio ao povo brasileiro.
O rei já estava nu, então. E continua assim, o que manda é a hipocrisia.

Na sequência um vídeo com a brilhante defesa do advogado de Dilma Rousseff no Senado, José Eduardo Cardozo. Foi um ministro da Justiça por demais republicano, que aparentava fraquezas, e que deixou os inimigos agirem do jeito que agiram, mas é um advogado de mão cheia.
Mas o rei ainda está nu, a hipocrisia política é quem manda, conforme suas conveniências e interesses. 



.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.