sábado, 30 de setembro de 2017

Paulo Herrmann disse tudo que precisava

Richard Jakubaszko


Numa entrevista para um canal de internet, em julho último, após uma palestra num evento de Gramado (RS) o repórter, despreparado para a função, pergunta para Paulo Herrmann, presidente da John Deere, “qual a mensagem que ele tem a enviar aos produtores rurais, com os preços que estão (sic), com as mudanças climáticas (?) que a gente está enfrentando, com toda essa difusão de tecnologia...”.
 

Diante da quase obrigação de ter de fazer nova palestra frente a uma câmera de TV, ele não teve dúvidas em afirmar: “a mensagem é, olhar menos televisão, ler menos jornais, e acreditar muito mais na nossa vocação, competência, capacidade, e honestidade, para fazer as coisas acontecerem. Esse país que está na TV 24 horas por dia, não nos pertence, não somos nós, não nos representa. Nós somos farinha de outro saco, nós somos gente de outra estirpe.”

Na mosca! Assistam o vídeo, Paulo Herrmann ainda faz comentários adicionais sobre o que os políticos andam aprontando...

A verdade é que a mídia nem sabe, depois, porque perde audiência...

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.