quarta-feira, 4 de junho de 2014

Denúncia: indústria falsifica os sucos.

Richard Jakubaszko
Uma denúncia aterrorizante: as indústrias de sucos processados nos vendem tudo, menos o suco da fruta informado no rótulo ou na embalagem.
Espiei e li em uma dúzia de embalagens dos principais sucos de mercado, nenhuma parece seguir a lei, que exige um mínimo de 10% de suco ou polpa da fruta na embalagem vendida. Aliás, a Lei dos Sucos (de 1974) já era, foi revogada pela Receita Federal em 2012. Existe agora um emaranhado legislativo que ninguém mais entende, e os marqueteiros das indústrias de sucos e néctares fazem o que querem. Hoje existem "sucos artificiais", "refrescos", "sucos tropicais", "sucos aromatizados", e nenhum deles possui suco natural.

O consumidor compra, paga e bebe água com açúcar, além de sódio, acidificantes, conservantes, ácido ascórbico, maltodextrina, e uma série de outras químicas. O consumidor pensa que consome um alimento saudável, mas está sendo enganado.
E a Anvisa, órgão responsável por isso, o que faz?
Ninguém sabe.

O Idec, Instituto de Defesa do Consumidor fez um vídeo, publicou no Youtube, e pouca gente se importou com a questão. O vídeo abaixo tem cerca de 200 mil visitas e os comentários postados parecem ser de débeis mentais que acham mais ou menos natural essa questão toda. Me lembra a mãe de duas crianças que, algum tempo atrás, entrevistada pela TV, respondeu que dava a seus filhos "suco de caixinha", pois era mais prático, eis que ela não sabia descascar laranjas...
Veja o que vc pode fazer no site do IDEC:  http://www.idec.org.br/especial/agitese

.

2 comentários:

  1. Richard,
    Isso é uma vergonha!!!
    Até quando este país será desse jeito?
    Alice Shinohara

    ResponderExcluir
  2. Richard,
    realmente não só a Anvisa mas também os ministérios da Agricultura e da Saúde precisam agir.
    Os sucos puros, se consumidos racionalmente, são saudáveis, não engordam, e alem da vitamina C, que todos conhecem, são fonte de vários outros componentes que contribuem com a saude!
    Precisamos também melhorar a comunicação com o consumidor para esclarecê-lo.

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.