sexta-feira, 6 de junho de 2014

“O que eu vou dizer aqui não saiu na imprensa”

“O que eu vou dizer aqui não saiu na imprensa”
– Lula em seminário do El País em Porto Alegre - Jun 06, 2014.
Foto: Heinrich Aikawa/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou nesta sexta-feira (6) no seminário “Desenvolvimento, inovação e integração regional”, promovido pelo jornal espanhol El Pais. E apontou dados positivos sobre os avanços do país nos últimos 11 anos, e que em geral as pessoas não conhecem, pois não tem destaque na imprensa.

ECONOMIA
- “Somos hoje a 7ª economia do mundo, com um PIB que passou de US$ 550 bilhões em 2002 para mais de US$ 2 trilhões e 200 bilhões em 2013.”
- “Temos hoje 370 bilhões de dólares de reservas internacionais”
- “Apenas 9 países do G-20 conseguiram crescer acima de 2% em 2013. E o Brasil está entre eles, com uma taxa de 2,5%. Este não é um resultado desprezível, pois demonstra capacidade de resistir a uma conjuntura adversa.”
- “Nestes quase cinco anos, enquanto 62 milhões de empregos foram destruídos ao redor do mundo, segundo a OIT, o Brasil criou 10 milhões de empregos.”
- “Saímos de 107 bilhões de fluxo de comércio externo para 480 bilhões.”
- “A renda média do povo brasileiro cresceu 33%. E a dos mais pobres cresceu 70%”
- “Quantos países enfrentaram essa crise aumentando a renda e o emprego?
- “Quantos países geraram empregos como o Brasil, com sindicatos e imprensa livre?”
- “Qual país duplicou sua safra de grãos em 11 anos?”
- “Qual foi o país que duplicou a produção de automóveis em 11 anos?”

ENERGIA E INFRAESTRUTURA
- “Que país saiu de 80 mil para 120 mil megawatts de energia e construiu 30 mil quilômetros de linha de transmissão.”

- “Quantos países oferecem as oportunidades em projetos de infraestrutura que oferece o Brasil?”

EDUCAÇÃO
- “O Brasil é o país que mais aumentou o investimento público em educação nos últimos anos, de acordo com a OCDE. O Orçamento do MEC passou de R$ 33 bilhões em 2002 para R$ 104 bilhões.
- “Saímos de 3,5 milhões de estudantes universitários, e onze anos depois, temos mais de 7 milhões de estudantes universitários. E precisamos avançar muito mais. Por isso, aprovamos o plano nacional de educação e os 75% dos royalties do pré-sal para a educação.”

O ex-presidente comparou a cobertura internacional do México, que tem sido muito elogiado e a do Brasil. E criticou o tratamento diferente dado aos dois países, não baseado na realidade dos números. “No México está tudo pior que o Brasil. E como eu quero que o México cresça também não estou dizendo isso porque quero o mal do México. Estou dizendo porque (o que sai na imprensa) é mentira.”

COMENTÁRIOS DO BLOGUEIRO:
Se alguém tiver alguma contestação aos números de Lula, colocados acima, comente, mas identifique-se, não publico comentários de anônimos.
.

2 comentários:

  1. Daniel Strutenskey de Macedo9 de junho de 2014 21:11

    Parabéns por reproduzir a fala do Lula. De fato, são anos de muito progresso. Mas de muita oposição. A campanha anti PT se iniciou assim que a Dilma assumiu e como o PT se manteve aparelhando, esqueceu de expurgar os ladrões que se alojaram no partido. Todos os partidos os tem, mas o PT, tendo em vista a sua história, deveria ter cuidado melhor da ética. Como não cuidou, se fodeu. Virou um PSDB sindicalista e com toda a mídia trabalhando para afundá-lo. Acho que conseguiram. Duvido que a Dilma se reeleja. Se der segundo turno como se prevê, ela perde. Acho que será bom para o país se reencontrar. Digo se reencontrar porque o país se perdeu ao dar trela para achincalhadores profissionais. Talvez deem chance para o Aécio equilibrar a confiança. Com este clima de pessimismo será impossível prosseguirmos.
    Estou prevendo uma disputa equilibrada e nela até incluo o candidato do PSB. A meu ver o pior para o país.
    Daniel

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Lula sobre os avanços. No entanto acho que todo partido que fica muito tempo no poder tem a tendência de querer virar proprietário da República. Pior é que não vejo saida para substituição uma vez que o PSDB e seu candidato são horríveis e o candidato do PSB para entrar teria que coligar com essas coisas horrorosas. No fundo, o grande problema é falta de partidos e lideranças confiáveis. Dentro de tal quadro que continue o PT por mais um tempo.

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.