quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Ridículo, o manifesto da "democracia".

Richard Jakubaszko
Saiu somente agora (16:45 hs) no site do Estadão a notícia sobre o manifesto dos oposicionistas em prol da democracia.

Ridículo, como manifesto, pela leitura de um texto que é uma autêntica piada anti-democrática, e que o Estadão está publicando e republicando desde ontem.

Conforme o jornal O Estado de São Paulo, 150 pessoas estiveram presentes (é a turma da kombi...). E ainda houve a manifestação contrária dos estudantes da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, no centro de São Paulo, no mal organizado "Manifesto em Defesa da Democracia".
Vejam detalhes:

A oposição não tem nada a dizer, somente registra acusações e mais acusações, medos, receios, e aponta "tendências" de um futuro regime totalitário se a candidata Dilma Rousseff, imagine, "ganhar as eleições e ainda tiver 3/5 do congresso, ela vai aprovar o que quiser...". 

Os signatários do documento no "protestaço" não tinham nada a dizer. Mas querem ganhar as eleições, sem ter qualquer plataforma, sem ter propostas que sejam aplaudidas pelo povo. Só fazem acusações, insinuações, e ainda levantam suspeitas.
Confesso que cheguei a ter receios, ontem, de que há um cheiro ruim no ar, diante também da manifestação prevista para amanhã, em São Paulo, de blogueiros, sindicalistas e jornalistas, a se realizar no Sindicato dos Jornalistas.

Com a manifestação de hoje, fiquei alerta. Mas ainda acho que os dois lados, cada um com seus "aloprados", tenta buscar uma vítima. Espero que não ocorra, já vi esse filme.
Medíocre a manifestação.
_

Um comentário:

  1. José Carlos de Arruda Corazza23 de setembro de 2010 11:25

    Por que vc considera "ridículo" o Manifesto da democracia? Se estamos numa democracia é livre a manifestação de opinião, ou vc é contra isso?
    José Carlos de Arruda Corazza

    Resposta do blogueiro:
    As manifestações, é óbvio que são livres, e fazem parte da democracia. O que não é manifestação democrática é mentir prévia e deliberadamente de que há ameaça contra a democracia e contra a liberdade de imprensa.
    Nunca existiu mais liberdade de imprensa neste país do que nos dias de hoje. O excesso de liberdade leva alguns a se lambuzarem...
    Assim, acusam o governo de querer censurar a imprensa e de preparar um golpe, ao mesmo tempo em que tentam ganhar as eleições com denúncias, acusações, e sem ter proposta alguma, mas usando o judiciário para tentar impugnar a candidatura que "ameaça" ganhar no primeiro turno, por absoluta vontade popular.
    O que se teme é a "ditadura da maioria", pois a elite prefere a "ditabranda de minoria", capisce?
    Então, raciocinam eles, "acusamos de que preparam um golpe e damos um golpe antes deles...'. Já vimos esse filme em 1964, o roteiro é sempre o mesmo, depende apenas dos aloprados (dois dois lados, nesse Fla-Flu maluco))que irão embarcar nesse trem ao longo do caminho.
    Ou seja, estão tomando e receitando aspirina preventivamente, para que não a febre não apareça...

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.