sábado, 17 de setembro de 2011

O direito ao delírio, e à utopia.

Richard Jakubaszko
O direito ao delírio, e à utopia, deveria ser sempre garantido a todos. Por Eduardo Galeano: "pois a morte e o dinheiro perderão seus mágicos poderes, e nem por falecimento, nem por sorte, se converterá o canalha em um virtuoso cavalheiro".  
Vale a pena assistir, e revisitar, sempre que necessário, para enxergar as utopias e para vislumbrar delírios.



Enviado por Silvia Nishikawa, da Tris Agronegócios, lá de São Gotardo, MG, por saber que sou fã do Galeano, desde há muito tempo.
=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.