segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O secretismo americano (Secrecy)

Richard Jakubaszko
Verdadeiramente impactante o documentário que me foi enviado por Gerson Machado. Demonstra, em pouco mais de uma hora, a forma que o governo dos EUA "se protege", através de uma legislação anacrônica, de ações e cobranças da sociedade e da imprensa, para esconder erros inescrupulosos e ações criminosas, sob o manto do segredo de estado, por afetar a Segurança Nacional. 
O vídeo é legendado em português, vale a pena ser visto.

"Em apenas um ano, os Estados Unidos classificaram cinco vezes mais documentos secretos do que os que foram adicionadas à Biblioteca do Congresso. Vivemos num mundo em que a produção de conhecimento secreto eclipsa a produção de conhecimento livre. Dependendo da pessoa a quem se pergunta, o secretismo do governo, especialmente o americano, é a chave para a vitória, na nossa luta contra o terrorismo, ou o nosso calcanhar de Aquiles. Mas será que tanto secretismo é algo mau?
O secretismo salva; Agentes secretos de combate ao terrorismo lembram com fúria como um artigo de jornal que descrevia as capacidades da NSA, levou à perda de informação que poderia ter evitado a morte de 241 soldados num atentado à bomba perpetrado por terroristas em Beirute, no final de Outubro de 1983. O secretismo protege a proliferação perversa de armas nucleares e a disseminação de armas biológicas e químicas. O secretismo é importantíssimo para a nossa capacidade de condução de uma guerra eficaz contra o terrorismo."

 
"O secretismo corrompe; Desde o rapto e deportação ilegal de pessoas de outros países, às escutas sem mandato e a Abu Ghraib, soubemos que, por debaixo do véu da classificação de segredo de estado, até mesmo os nossos líderes podem ceder a impulsos perigosos. O secretismo, progressivamente, tem ocultado a política nacional, obstruído a coordenação entre agências, inflacionado orçamentos e obscurecido acordos; o secretismo lança no obscurantismo o nosso sistema de justiça e destabiliza o equilíbrio de poderes entre o executivo e os restantes setores governamentais.
Este filme fala do vasto mundo invisível do secretismo do governo dos EUA. Debruçando-se sobre segredos classificados, a capacidade do governo em retirar informação do escrutínio público, caso coloque a segurança nacional em risco, "Secretismo" explora as tensões entre a nossa segurança enquanto nação e a nossa capacidade de funcionar como uma democracia."

"Tudo que o homem não conhece não existe para ele. Por isso o mundo tem, para cada um, o tamanho que abrange o seu conhecimento."
(Carlos Bernardo González Pecotche)
"Um povo ignorante é um instrumento cego da sua própria destruição."
(Simón Bolivar)



_

2 comentários:

  1. Conceição Kriestovcs26 de dezembro de 2011 22:46

    O curioso é que a grande mídia internacional, inclusive a brasileira, mal noticia essas coisas. Quando o faz, mostra apenas que determinado tema está em julgamento na Suprema Côrte, como foi o problema das torturas nos presos de Guantânamo.
    A grande mídia internacional está comprometida e de rabo preso com os EUA, até porque, ela própria está engajada com interesses dos judeus, e também porque a maioria é de propriedade dos judeus (NYT, Fox, CNN, Diney, Abril, Murdoch, ABC, Estadão...).
    Conceição

    ResponderExcluir
  2. Portugueses desmascaram anúncio da Coca-cola

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=oHZleiO1BY0

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.