domingo, 8 de julho de 2018

Lula 2018, agora livre, o paradoxo brasileiro.

Richard Jakubaszko  
Desembargador do TRF4 mandou soltar Lula, hoje, domingo, 08/07/2018. O juiz de Curitiba, Sérgio Moro, contraditou o desembargador, que confirmou a ordem de soltar Lula. O fato deve acontecer a qualquer momento.

A decisão do TRF-4 em janeiro 2018, em Porto Alegre, foi desastrosa para uma parte dos brasileiros, e trouxe a maior alegria para a outra parte. Minha conclusão é óbvia e elementar: uma das duas partes está completamente equivocada. As instâncias superiores do judiciário terão de desempatar essa história. Mas não se mostram dispostas a fazer qualquer coisa, chantageados pela mídia partidária. A imprensa tem partido, isso é mais do que óbvio.

A impressão que se tinha é de que o STF jogara a chave fora, tamanho o volume de habeas corpus impetrados pela defesa de Lula, e negados pelos juízes, especialmente Fachin. Mas Gilmar Mendes continua soltando a todos que mandam HCs... Pode isso Arnaldo?

Vivemos um período de exceção, e tenho a certeza de que as futuras gerações terão vergonha desse trecho lamentável de nossa história. O risco maior é o de elegermos um candidato a presidente que está preso (mas liberto provisoriamente), e que tem chances concretas de ser apontado como Prêmio Nobel da Paz.

Quer paradoxo democrático maior do que esse? Ganha, mas não leva?
O pior de tudo é que tem paradoxo maior, é o "não pode participar da eleição porque vai ganhar, e isso nós não queremos"...


PS. Atualização às 15h30 de hoje (8/7/2018): alegria de pobre dura pouco, o desembargador Gebran Neto, no início da tarde, suspendeu o habeas corpus... 
Foi um voo de galinha chocadeira...
 

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.