terça-feira, 8 de maio de 2012

TV Record denuncia esquema de Cachoeira e Veja


Richard Jakubaszko
O programa "Domingo espetacular", da TV Record, exibiu o esquema da revista Veja com a organização do bicheiro contraventor Cachoeira.

Conforme a TV Record:


Documentos da PF, na Operação Monte Carlo, mostram que Veja estava associada e comprometida com os interesses de Cachoeira: as escutas telefônicas (gravadas com autorização judicial) revelam uma sórdida conexão entre o chefão de um esquema de jogos, o já conhecido Cachoeira, e a mais importante revista semanal brasileira, a Veja, da Editora Abril.
As gravações comprovam ainda uma íntima ligação entre Cachoeira e Policarpo Júnior, repórter e diretor de Veja em Brasília.

A TV Record mostra um quadro deveras comprometedor.
Aos jornalistas que, como eu, estão do lado de fora dessa imensa patifaria, ainda por se comprovar judicialmente, e pendente de julgamento, fica a sensação de que a profissão está sendo estuprada, vilipendiada, e não apenas pelo aspecto ético, mas pelo lado moral.
O jornalismo não vai afundar por causa dessas articulações, mas sai chamuscado em sua credibilidade institucional.

A  Editora Abril e Veja, até hoje, no meio da tarde, não se manifestou.

A TV Record e a Carta Capital são os únicos órgãos da chamada grande imprensa que estão noticiando o uso da imprensa por Cachoeira.
Alguns blogs têm dado amplo destaque ao tema. Visite-os, os links estão na aba lateral deste blog.


4 comentários:

  1. Em minha opinião a imprensa só sai arranhada e até chamuscada como tu dizes porque não está dando notícia a respeito. O jornal O Globo chegou a defender a Veja...
    Ana Piemonte

    ResponderExcluir
  2. A implicância do lulo-petismo com a Veja é antiga, Richard, e a atual ofensiva, baseada no "crime" de ela se utilizar de Cachoeira e seu bando como fonte de informações para suas reportagens, é perfeitamente compreensível, levando-se em conta que uma regra básica da guerra manda que se aproveite toda e qualquer oportunidade, legítima ou não, para prejudicar o inimigo.

    Nova é a entusiasmada adesão de Edir Macedo, através da Rede Record e do R7, cujo motivo ainda não está claro para mim, ao contrário do que ocorre em relação aos casos da Globo e do apóstolo Valdemiro (disputa de audiência e de fiéis, respectivamente).

    Que Deus me perdoe, mas eu gostaria que a causa fosse alguma investigação, por exemplo, sobre a veracidade da cachoeira de milagres que despenca diariamente em certos templos evangélicos, especialmente na IURD, ou dos muitos testemunhos apresentados durante a programação da emissora, por pessoas que passaram da miséria ou da falência total à mais absoluta prosperidade, após entregarem-se aos cuidados dos obreiros e pastores da Universal.

    O mais provável, contudo, e infelizmente, é que se trate apenas de uma troca de favores do bispo com o poder.

    Quanto à Veja, com religião não se brinca e a sua direção deve saber disso muito bem. E afinal, pode ser que os milagres e os testemunhos sejam verdadeiros, não é, Richard? Para Deus, nada é impossível.

    ResponderExcluir
  3. Marcílio, é verdade, a entrada da emissora do bispo nessa história é coisa nova. As gravações da Polícia Federal comprovam essa história, se for rastreada a publicação das notas na Veja, comparadas com as falas das gravações. Nesse sentido a reportagem mostra isenção, não é? Sobre a questão da fé, e os milagres, não tem nada a ver com o imbróglio. Mas lembro que a implicância do lulo-petismo com a Veja é uma via de mão dupla, e me parece que começou pela Veja. Esse Fla-Flu também é outra história.
    Mas que a Veja tá com o seu pau de galinheiro muito sujo, disso me parece que só a grande mídia parece acreditar.

    ResponderExcluir
  4. COMO POSSO DENUNCIAR ABSURDO DA ARMAÇÃO CORRÚPTA DOS CHEFES DO INCRA? SEM MEU NOME SER EXPOSTO?

    RESPOSTA DO BLOGUEIRO: mande um e-mail para richardassociados (arroba) yahoo.com.br e tente me convencer, com provas factíveis e evidências objetivas. Garanto o sigilo da fonte, mas preciso saber quem vc é, pois, para mim, vc não poderá ser anônimo.
    Respondo desta forma, pq vc não se identificou.

    ResponderExcluir

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.